Aguarde...

ACidadeON Ribeirão Preto

Ribeirão Preto
mín. 20ºC máx. 36ºC

cotidiano

Mulher tem casa invadida e moto furtada na zona Norte de Ribeirão Preto

Vítima reclama da falta de segurança no bairro Liliana Tenuto Rossi e afirma que outra residência também foi furtada na terça-feira (12); SSP afirma que policiamento na região será reforçado

| ACidadeON/Ribeirao

Vítima teve motocicleta furtada de dentro da própria casa em Ribeirão Preto (Foto: Arquivo pessoal)


Uma moradora reclama da falta de segurança do bairro Liliana Tenuto Rossi, na zona Norte de Ribeirão Preto. Ela afirma que duas casas foram furtadas na terça-feira (12) e outras residências também teriam sido invadidas recentemente.

Mônica Simões acredita que sua casa foi invadida e furtada entre 11h e 13h, horário em que estava vazia. Ela descobriu o furto após uma equipe de instalação de internet chegar até a residência e enviar uma foto do portão aberto. "Quando vi a foto, identifiquei o furto pois a moto não estava na garagem e a porta estava aberta", afirma a mulher.

A vítima de 35 anos relata que os assaltantes forçaram o portão da garagem, arrombaram a porta da cozinha e levaram de eletrônicos até brinquedos. A moto, uma Honda Biz 2012 preta, não tinha seguro e agora a vítima pede ajuda para encontrá-la. Um boletim de ocorrência foi registrado.

Segundo a mulher, outra casa da rua José Souza Filho também foi furtada na terça - duas de uma série de invasões que vem acontecendo no bairro. "Eles estavam fazendo o mapeamento para instalar câmeras de segurança na minha casa, mudei para cá no dia 1º de fevereiro. Não deu tempo de ficar pronto", lamenta.

Agora, os moradores do bairro planejam contratar um segurança particular para fazer rondas. "Estamos esquecidos aqui, não me lembro de ver ronda da polícia aqui". Quem tiver informações sobre a moto de Mônica pode entrar em contato com a Polícia Militar pelo telefone 193.

Outro lado 

Em nota, a Secretaria de Segurança Pública informou que o policiamento na região será reforçado e também lembrou a importância do registro das ocorrências para orientação do policiamento. A secretaria informou que, até o momento, não há registro de BO sobre os casos mencionados pela reportagem."As ações preventivas e ostensivas são realizadas na região por diversas modalidades como Força Tática, Policiamento Comunitário, Rocam e Radiopatrulhamento. Ao longo de 2018, 132 pessoas foram presas na área do 5º DP de Ribeirão Preto". 

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Facebook