Aguarde...

ACidadeON Ribeirão Preto

Ribeirão Preto
mín. 20ºC máx. 36ºC

cotidiano

Acusado de matar PM em Ribeirão Preto é condenado a 26 anos de prisão

Júri de Alef Vieira dos Santos aconteceu nesta quarta-feira (13); Alef foi condenado pelo assassinato do policial militar Roberto Abramovicius, em 2017

| ACidadeON/Ribeirao

Alef foi preso em 2017 em Pontal (Foto: Divulgação/PM)


Foi condenado a 26 anos e 9 meses de prisão Alef Vieira dos Santos, de 25 anos, acusado de matar com um tiro na cabeça o policial militar Roberto Pereira Abramovicius, 38, conhecido como Brama, em 2017. O crime ocorreu em um posto de combustíveis na Zona Norte de Ribeirão Preto, onde o policial, de folga, trabalhava como segurança.  

O júri começou às 13h desta quarta-feira (13), no Fórum de Ribeirão Preto e a sentença foi lida pela juíza Marta Rodrigues Maffeis Moreira, às 18h15. Alef responde por homicídio qualificado e roubo e teve a prisão preventiva decretada em 2017. (Com EPTV)

Ele foi preso no dia 9 de setembro daquele ano na casa da namorada, em Pontal. Alef era foragido da penitenciária de Tremembé, onde cumpria pena no regime semiaberto por roubo.   

Após o assassinato do cabo Brama, seis pessoas foram baleadas e duas morreram em Ribeirão. A suspeita é que Alef teria matado o cabo da PM para vingar a morte do irmão, Alfred Vieira dos Santos, 17, ocorrida em 2016.  
 
Leia mais:   
PM é baleado em posto de combustíveis da zona Norte

Morre PM baleado em posto de combustíveis da zona Norte 

'Família sabia que ele tinha inimigos', diz cunhada de PM morto

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Facebook