Aguarde...

ACidadeON Ribeirão Preto

Ribeirão Preto
mín. 20ºC máx. 36ºC

cotidiano

No pós-carnaval de Ribeirão, três pessoas têm o celular roubado

Evento aconteceu no sábado (9) e três vítimas registraram boletim de ocorrência. Vítimas foram roubadas dentro e em torno do local onde aconteceu o bloco.

| ACidadeON/Ribeirao


Motorista recebeu solicitação de corrida, mas era armadilha dos criminosos (Foto: Pixabay)

 
Três pessoas procuraram a Polícia Civil neste domingo (10) e registraram boletins de ocorrência por terem sido roubadas durante um bloco de carnaval realizado um dia antes, em Ribeirão Preto. O evento ocorreu em torno do estádio do Botafogo, na zona leste da cidade. 

Vinícius Brino, de 24 anos, teve o celular tomado por um grupo de jovens que, segundo ele, vestia camisas de um time de futebol amador da Vila Tibério. Apesar de toda a aglomeração e confusão, conseguiu identificar os suspeitos. 

"Eu me perdi de uns amigos e fiquei andando alguns minutos sozinho. Acabei indo comprar cerveja para passar o tempo e continuar procurando. Fiz isso e depois encostei [...] e peguei o celular pra ver mensagens no WhatsApp. Depois de poucos minutos coloquei no bolso e fui em direção ao trio. Eu quase sempre fiquei com a mão no bolso, pois sei do risco de roubo nesses eventos. Só que tirei a mão por um minuto e logo senti puxarem ele", conta.  

Ao questionar os suspeitos sobre o roubo, ambos afirmaram não terem roubado e Vinícius comenta ter sido intimidado pelo grupo.   

"Eu comecei a segui-los, quando encontrei meus amigos um deles me acompanhou. Fui andando ao lado desses caras, falando que eles tinham roubado e eu tinha visto. Um dos caras veio falar com a gente, se fazendo de santo. Disse que conhecia o homem que pegou meu celular desde criança, que ele não era bandido e falou até que eu estava julgando eles porque tinham várias tatuagens. No final da conversa, vários amigos deles chegaram e aí ele começou a querer me intimidar, dizendo que eu estava o acusando de roubo. Eles não fizeram nada, mas ameaçaram", afirma.  

Vinícius comenta que enquanto seguiu o grupo, não encontrou nenhum segurança do evento.  

"Depois disso eu e meu amigo subimos para procurar seguranças, pois eu queria identificar os bandidos para a organização do evento. Sabia que não teria meu celular de volta, mas queria pelo menos identificar os bandidos. Primeiro fui aos seguranças de uma portaria que usavam coletes laranja e me disseram que eu tinha que falar com um rapaz que estava ao lado do ambulatório. Fui lá e ele me disse que era com a PM (Polícia Militar), do lado de fora. Sai e falei com a PM, que anotou meu nome e o furto, mas disse que não poderia interferir dentro do evento", comenta.  

Vinícius ainda passou mais quatro vezes por seguranças do local, que transferiam a responsabilidade. "Depois chegou uma mulher e perguntou se eu poderia identificar os bandidos. Falei que sim e descemos até onde eu conversei com eles pela última vez".  

A segurança responsável pelo atendimento não pode realizar nenhuma contensão, pois não houve flagrante.   

Mais casos 

Uma vítima de 23 anos informou no BO que estava dentro do bloco quando foi empurrada pelo suspeito que no mesmo momento tirou o celular de sua mão. Ao olhar para trás para identificar quem a empurrou, não conseguiu devido ao grande número de pessoas.  

Outra vítima, de 22 anos, foi roubada durante a saída do bloco na Avenida Leão XIII. Segundo boletim, dois homens em uma moto abordaram se aproximaram da vítima e o garupa, que ela descreve como moreno, magro e medindo aproximadamente 1,75m, fez fortes ameaças enquanto simulava estar armado. Após a entrega do celular, a dupla fugiu.   

Outro lado  

ACidade ON questionou o setor de comunicação do evento sobre a segurança, mas até a publicação desta matéria, não obteve retorno. (Bruna Zanatto, sob supervisão de Julia Fernandes) 

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Facebook