Aguarde...

ACidadeON Ribeirão Preto

Ribeirão Preto
mín. 20ºC máx. 36ºC

cotidiano

Menina esquartejada em Araraquara era nascida em Ribeirão

Yasmin, de 16 anos, viveu no Planalto Verde até os 4 anos; Ela teve o corpo desmembrado, sendo que partes foram jogadas no bueiro e em uma lagoa

| ACidadeON/Ribeirao

Yasmin Nery, de 16 anos, está desaparecida (Foto: Redes Sociais)
A jovem Yasmin da Silva Nery, de 16 anos, esquartejada com requintes de crueldade em Araraquara, é natural de Ribeirão Preto. Ela nasceu na cidade e viveu no bairro Planalto Verde, na zona Oeste, até os quatro anos.

Depois ela se mudou para Araraquara por questões de trabalho dos pais. A jovem, de acordo com investigações da polícia, teve o corpo cortado em partes por um adolescente de 17 anos.

O delegado Fernando Bravo, da DIG (Delegacia de Investigações Gerais) de Araraquara, disse que no depoimento do adolescente não há nenhum motivo para a morte, a não ser a curiosidade mórbida pela morte.

"Ele confessou que o crime foi cometido de maneira bárbara. Disse que desejava 'matar para ver como é'. É chocante até para nós que nos deparamos com violência todos os dias", declarou o delegado Fernando Bravo.

A polícia descobriu que a senha do celular do adolescente era a palavra 'killer', assassino, em inglês.
 
 
A escolha de Yasmin foi aleatória. Ele a conheceu em um show de rock, na noite do último sábado (8). Sentiu, segundo ele, que ela gostou dele, por isso aproveitou.

Ele convidou a jovem para ir até a casa dele no domingo (9). Lá, premeditou o assassinato. "Eu nunca vi nada parecido", destacou o também delegado da DIG, Edimar Piccolo, que ajudou a encontrar objetos pessoais de Yasmin descartados pelo menor.

Depois de matá-la, ele separou os membros do corpo. A história é tão macabra, que deixou todos espantados diante de tal cena. 
 
LEIA MAIS 
Polícia diz que adolescente desejava 'matar para ver como é'


Segundo investigações, o adolescente colocou uma parte do corpo na mochila e foi de ônibus até o Quitandinha para deixar um dos membros em um bueiro. Lá, depois, exibiu a cena, de acordo com o delegado, como um 'troféu' para uma outra adolescente, de 17 anos, com quem teve um relacionamento amoroso.

Namorada também foi apreendida pela polícia. Isto porque ela viu parte do corpo na rede de esgoto e foi com ele até a casa no bairro Hortênsias. Viu o restante do corpo e não avisou a polícia.

Localização do corpo

Já detido, o menor levou a polícia aos locais onde deixou partes do corpo de Yasmin. Primeiro, na casa dele, dentro de um carrinho de lanches. Depois, numa lagoa no bairro.

Por fim, no bairro Quitandinha, onde deixou um membro no bueiro. viu nada. Quando ela retornou, a casa já estava limpa. A faca usada no assassinato foi apreendida. 
(com informações do ACidade ON Araraquara)

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Facebook

Mais do ACidade ON