Aguarde...
Voltar

cotidiano

Golpista hackeia app de conversas para pedir empréstimos em Ribeirão

Após publicar fotos de um carro em um site de vendas, homem teve o aplicativo hackeado por suspeito que se passou por ele para pedir empréstimos

| ACidadeON/Ribeirao

Imagem ilustrativa (Foto: Divulgação/Pixabay)
 

O servidor público Marcelo Augusto Vicente, de 37 anos, foi vítima de um golpe na última terça-feira (17), em Ribeirão Preto, após publicar um anúncio no site de vendas OLX. O objetivo do criminoso, no entanto, surpreendeu até mesmo a outra parte.  

Na versão do usuário, ele teve a conta de um aplicativo de conversas hackeada minutos depois de usar a plataforma. O golpista, que teve acesso a lista de contatos dele, teria usado seu nome para pedir empréstimos financeiros a mais de 50 pessoas. 

Esse processo teria ocorrido depois que o suspeito, que ainda não foi identificado, ligou se passando por funcionário da marca e solicitou a confirmação de alguns dados - inclusive, uma sequência de números enviada por SMS, que seria necessária para aprovação da publicação. 
  
"Na verdade, era um código de redefinição do app, mas eu não percebi [...]. Me considero uma pessoa esclarecida, só que quem falou comigo estava extremamente calmo e entendia do assunto. Acreditei, inclusive, porque tudo aconteceu quase que instantemente: antes mesmo do meu anúncio aparecer no portal, já recebi a ligação com várias informações pessoais, como nome completo e o que eu estava colocando à venda [um carro, modelo Honda/Fit]", explica.  

Ainda de acordo com Marcelo, a manobra em que ele caiu fez com que a conta dele no aplicativo fosse bloqueada em seu aparelho logo após o fim da ligação. A recuperação ocorreu apenas sete horas depois, por meio da política interna do aplicativo.   

Neste tempo, o servidor público se preocupou em avisar o máximo de conhecidos possível sobre o fato e, por sorte, mais ninguém foi prejudicado pela ação dos golpistas. A OLX também foi acionada.  

"Mandei mensagem pelo "Fale Conosco" para entender o que poderia ter acontecido. A impressão é que alguém que tem acesso ao sistema deles fez isso comigo, mas não tive resposta até agora. Também suspeito que eles escolham anúncios de valor alto, porque, no dia anterior, publiquei um colchão de bebê e tudo correu bem", completa.  

Nesta quarta-feira (18), ACidade ON procurou o setor de comunicação da OLX para comentar o caso e o possível vazamento de dados, mas não obteve resposta até a publicação desta matéria. Marcelo, que foi vítima do golpe, deve registrar um boletim de ocorrência também nesta quarta.

Você pode ajudar o jornalismo sério

A missão do ACidade ON é fazer um jornalismo de qualidade e credibilidade. Levar informação confiável e relevante, ajudar a esclarecer e entender os fatos, sempre na busca de transformação. E o seu apoio é fundamental. Ajude-nos nessa missão para construir uma sociedade mais crítica e bem informada.

Apoie o bom jornalismo.

Já é assinante? Faça seu login.

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Facebook

Mais do ACidade ON