Aguarde...

ACidadeON

Voltar

cotidiano

Empresário é preso em Ribeirão durante operação Saldo Negativo

Ação contra fraudes tributárias foi deflagrada pela Polícia Federal nesta terça (5) em conjunto com a Receita; homem seria intermediário de quadrilha de Santa Catarina

| ACidadeON/Ribeirao

Empresário foi levado para a Delegacia da Polícia Federal em Ribeirão (Foto de arquivo: Milena Aurea / A Cidade)

Um empresário foi preso preventivamente nesta terça-feira (5), em um condomínio de Ribeirão Preto, suspeito de integrar uma quadrilha que atuava em fraudes na compensação de tributos federais.

A operação Saldo Negativo foi deflagrada pela PF (Polícia Federal) em conjunto com a Receita no estados de Santa Catarina, Paraná, São Paulo, além do Distrito Federal.

O delegado Carlos Eduardo Fistarol disse à EPTV que o homem é suspeito de atuar em Ribeirão como um intermediário da organização criminosa, sediada em Florianópolis (SC).  

Foram apreendidos documentos e equipamentos eletrônicos na casa do suspeito. Ele, porém, deverá permanecer na sede da PF em Ribeirão.   

Dos 25 mandados de prisão expedidos pela 1ª Vara Federal de Florianópolis apenas um alvo não foi encontrado e passa a ser considerado foragido da Justiça. Os investigados são um servidor público, advogados, contadores e pessoas consideradas intermediárias.  

Também foram cumpridos 30 mandados de busca e apreensão, além de ordens judiciais de sequestro de 30 veículos, três motos aquáticas, duas embarcações, 24 imóveis residenciais e comerciais, 106 lotes e terrenos em um condomínio e de valores existentes em contas bancárias dos investigados até um limite de R$ 7,8 bilhões.

Segundo a PF, o grupo é suspeito de agir na venda de créditos falsos a empresários com a promessa de que poderiam compensar débitos com o fisco. Os valores utilizados indevidamente para compensar ou suspender tributos federais superam R$ 2,3 bilhões, de acordo com a investigação.

A PF identificou aproximadamente 3,5 mil empresas clientes desse grupo sediadas em 597 municípios de todos os Estados. 

Os investigados poderão ser indiciados pelos crimes de falsidade ideológica, estelionato, sonegação fiscal, lavagem de dinheiro e formação de organização criminosa. 

LEIA TAMBÉM 

Saldo Negativo: PF cumpre mandado de prisão em Ribeirão

Você pode ajudar o jornalismo sério

A missão do ACidade ON é fazer um jornalismo de qualidade e credibilidade. Levar informação confiável e relevante, ajudar a esclarecer e entender os fatos, sempre na busca de transformação. E o seu apoio é fundamental. Ajude-nos nessa missão para construir uma sociedade mais crítica e bem informada.

Apoie o bom jornalismo.

Já é assinante? Faça seu login.

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Facebook

Mais do ACidade ON