Aguarde...

ACidadeON

Voltar

cotidiano

Suspeito de assalto é morto durante confronto com a PM

Homem de 35 anos teria apontado arma para os policiais na noite desta segunda (11), depois do roubo a um mercado na Lagoinha, zona Leste de Ribeirão Preto

| ACidade ON

 

Um homem suspeito de assaltar um mercado morreu na noite desta segunda-feira (11), durante um confronto com a PM (Polícia Militar), na zona Leste de Ribeirão Preto. 

Segundo a PM declarou no boletim de ocorrência (BO), Victor Humberto Veiga Silva, de 35 anos, teria sacado uma arma e apontado para os policiais, quando foi baleado e morreu ainda no local, próximo de uma comunidade no Jardim do Trevo.  

O homem é suspeito de cometer um assalto a um mercado localizado na rua Niterói, na Lagoinha, também na região Leste, momentos antes de ser morto.  

Ainda de acordo com o BO, o proprietário do estabelecimento e clientes teriam entrado em luta corporal com o homem no momento do roubo, mas ele conseguiu fugir com uma quantia em dinheiro roubada do comércio. O comerciante teria, inclusive, conseguido segurar por um instante uma arma que fogo que o homem teria utilizado na ação.

Uma camisa com a qual ele encobria o rosto teria se soltado na ação, o que teria deixado o seu rosto à mostra. 

Tiro de raspão

Após deixar o local, duas pessoas resolveram ir atrás do suspeito e uma delas acabou baleada de raspão no ombro direito. Um carro também foi atingido por um disparo de arma de fogo.

O homem foi encontrado pela PM já nas proximidades do Jardim do Trevo em uma bicicleta. Consta no BO que ele teria tentado fugir, quando caiu da bicicleta ao bater contra um muro, sacado uma arma e apontado aos militares. Ele não teria atirado contra os policiais e morreu no local do confronto após ser baleado.  

Uma garrucha calibre 38, que seria do suspeito, foi apreendida, assim como uma pistola ponto 40 da PM. O armamento seguirá para perícia.

A vítimas teriam reconhecido o suspeito como o autor do roubo ao mercado.  

O caso foi registrado como roubo a estabelecimento comercial, homicídio simples e morte decorrente de intervenção policial, na CPJ (Central de Polícia Judiciária), para investigação da Polícia Civil.

Você pode ajudar o jornalismo sério

A missão do ACidade ON é fazer um jornalismo de qualidade e credibilidade. Levar informação confiável e relevante, ajudar a esclarecer e entender os fatos, sempre na busca de transformação. E o seu apoio é fundamental. Ajude-nos nessa missão para construir uma sociedade mais crítica e bem informada.

Apoie o bom jornalismo.

Já é assinante? Faça seu login.

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Facebook

Mais do ACidade ON