Aguarde...

ACidadeON

Voltar

cotidiano

Mãe denuncia funcionários de posto por agressão contra o filho

Confusão teria começado por conta de um boneco de Papai Noel sem pilhas na conveniência do estabelecimento, na zona Leste de Ribeirão Preto; Polícia Civil apura lesão corporal

| ACidadeON/Ribeirao

 

Jovem teria ficado com ferimentos na boca (Foto: Arquivo pessoal)

A Polícia Civil investiga uma agressão contra um estudante de 21 anos em um posto de combustíveis, na avenida Treze de Maio, no Jardim Paulistano, zona Leste de Ribeirão Preto. A confusão teria começado por causa de um boneco de Papai Noel na loja de conveniência do estabelecimento.

O caso ocorreu na noite da última segunda-feira (25), mas foi registrado nesta terça-feira (26), na CPJ (Central de Polícia Judiciária) do Centro da cidade.   

De acordo com o boletim de ocorrência (BO), a mãe estaria com o jovem no estabelecimento, quando ele teria passado pelo caixa e feito uma brincadeira com um funcionário.  

Neste momento, o homem teria entrado em desentendimento com o jovem e o teria agredido, o derrubando ao chão.  

Segundo a mãe do jovem disse por telefone ao ACidade ON, três frentistas do posto teriam se aproximado e também agredido o estudante com chutes na cabeça.  

"Ninguém separou. Eles pararam porque eu entrei na frente. Mas, um deles me deu um chute também e eu caí no chão. Eles só pararam porque o menino estava desacordado. Só por isso eles pararam", ressalta a mulher.  

A vítima teria sofrido fratura em dois pontos da mandíbula e no nariz, além de um traumatismo na cabeça.  

O jovem teria sido levado à UPA (Unidade de Pronto Atendimento) da avenida Treze de Maio e, em seguida, ao HC-UE (Hospital das Clínicas - Unidade de Emergência), onde recebeu atendimento médico e foi liberado.  

A vítima ainda deverá passar por uma cirurgia na mandíbula, de acordo com a mãe. 

Versão do funcionário

Ainda segundo o BO, o funcionário que estava no caixa relatou à polícia que respondeu ao estudante que um boneco de Papai Noel estava sem funcionar porque não tinha pilhas, quando o jovem teria ficado alterado e o ofendido.  

Em seguida, o jovem teria começado a bater no vidro da porta do estabelecimento e voltado ao caixa, indo em direção ao funcionário, que o teria atingido com um chute para se defender de uma suposta agressão.  

O ACidade ON entrou em contato com o posto por meio do telefone, no início da tarde desta quarta-feira (27), mas o estabelecimento ainda não se pronunciou sobre o caso.  

O BO foi registrado como lesão corporal, para apuração da Polícia Civil.

Você pode ajudar o jornalismo sério

A missão do ACidade ON é fazer um jornalismo de qualidade e credibilidade. Levar informação confiável e relevante, ajudar a esclarecer e entender os fatos, sempre na busca de transformação. E o seu apoio é fundamental. Ajude-nos nessa missão para construir uma sociedade mais crítica e bem informada.

Apoie o bom jornalismo.

Já é assinante? Faça seu login.

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso. Para mais informações, consulte nosso TERMO DE USO"

Facebook

Mais do ACidade ON