Aguarde...

cotidiano

Ex-comandante da PM é morto a tiros em Luiz Antônio

Vítima de 54 anos teria reagido a um roubo a residência na noite desta terça (17); carro da família foi encontrado queimado em Ribeirão Preto

| ACidadeON/Ribeirao

Ilson Rodrigues da Silva tinha 54 anos de idade e estava na reserva da Polícia Militar (Foto: Reprodução)
 

O ex-comandante da PM (Polícia Militar) de Luiz Antônio foi morto a tiros na noite desta terça-feira (17), durante um roubo a residência, no Jardim Santa Sophia, na cidade da região de Ribeirão Preto.  

Segundo o boletim de ocorrência (BO), Ilson Rodrigues da Silva, de 54 anos, era subtenente da reserva e estava com a mulher em casa, quando o imóvel foi invadido por três homens.  

O carro da família, um Chevrolet Tracker, foi encontrado queimado em Ribeirão, durante a madrugada desta quarta-feira (18), em frente ao Parque Rubem Cione, na zona Oeste da cidade.  

A mulher da vítima disse à polícia que Silva teria reagido ao assalto. Ela contou que o casal já estava na cama e se preparava  para dormir, quando Silva teria se levantado.  

Logo em seguida, a esposa disse ter ouvido três ou quatro disparos de arma de fogo e um suspeitos teria dito o seguinte: "Aí, foi reagir".    

O carro da vítima foi encontrado queimado em Ribeirão Preto (Foto: Rede social)

Momentos de tensão

Ainda segundo a esposa da vítima, o trio passou a perguntar sobre o cofre e jóias e teriam declarado que sabiam que a vítima era policial.  

Além da arma calibre 380, que pertencia a Silva, foram levados três televisores, jóias, os celulares das vítimas, além do carro da família utilizado na fuga.  

A mulher teria sido amarrada com lacres plásticos, mas conseguiu se soltar até que foi procurar ajuda com vizinhos. 

O trio teria estourado o miolo da fechadura de uma porta lateral da sala da casa e escalado um muro para acessar o quintal da residência. A ação teria durado aproximadamente 45 minutos.  

A Polícia Científica foi acionada e constatou que Silva tinha ao menos quatro perfurações pelo corpo, que o atingiram na cabeça e na perna esquerda. 

O corpo da vítima foi encaminhado para o IML (Instituto Médico Legal) de Ribeirão. 

Foram registrados dois boletins de ocorrência sobre o caso, sendo um por latrocínio, que é o roubo seguido de morte, e outro de localização e apreensão de veículo. 

CLIQUE AQUI E LEIA MAIS NOTÍCIAS DE POLÍCIA

Mais do ACidade ON