Aguarde...

cotidiano

Corpo foi encontrado entre pedras e galhos, diz bombeiro

Menino de 10 anos desapareceu durante a chuva, na tarde de sábado (18), mas só foi encontrado neste domingo (19); bueiro do parque estaria sem grade

| ACidadeON/Ribeirao

 

O corpo de Pablo Oliveira, de 10 anos, encontrado na manhã deste domingo (19), em Orlândia, estava à beira do córrego Agudo, em meio a pedras e alguns galhos. A localização foi feita por volta das 11h30.  

Sargento do Corpo de Bombeiros, Rodrigo Lima dos Santos explicou, ainda, que as buscas precisaram ser interrompidas após a comunicação de desaparecimento, feita no sábado (18), por conta do volume intenso de água. Chovia no momento do acidente.  

A suspeita é que o menino tenha sido levado pela enxurrada e caído em um bueiro sem grande.   

Questionada, a Prefeitura Municipal de Orlândia disse que a área conta "com funcionários públicos, que realizam a manutenção do parque", mas não revelou há quanto tempo a tubulação estava aberta. Leia a nota completa abaixo.  

"Hoje retomamos as buscas e, depois de 1h30 de serviço, encontramos a criança sem vida. Ele estava próximo de algumas pedras, ao lado de galhos", reforça Santos.  

LEIA MAIS
Menino que teria sido levado pela enxurrada é encontrado morto
Menino de 10 anos desaparece em parque durante temporal  

O uso de robôs com câmeras e controle remoto, que poderia auxiliar a vasculhar o interior do bueiro, além dos cães da Polícia Militar de Franca, foi dispensado pelos bombeiros. "Chegamos a solicitar esses reforços, mas a localização ocorreu de forma rápida", finaliza o sargento.  

O corpo de Pablo foi encaminhado ao IML (Instituto Médico Legal) de São Joaquim da Barra. Informações de velório e enterro ainda não foram divulgadas.  

Outro lado  

Em nota, o setor de comunicação da Prefeitura de Orlândia disse que "lamenta profundamente o trágico acidente".  

"Não temos como confirmar que o jovem tenha caído na tubulação. A pedido do Corpo de Bombeiros, foi solicitado que não fosse autorizada a entrada de ninguém durante as buscas [somente da mãe]. Agora, serão realizados estudados para verificar quais medidas poderão ser tomadas no parque, quanto às tubulações de águas pluviais. A prefeitura está oferecendo, desde o ocorrido, na tarde de sábado, todo apoio à família da vítima", escreveu.


Mais do ACidade ON