Aguarde...

cotidiano

Técnico acusado de pedofilia 'colecionava' fotos desde 2016

Fotos de crianças e adolescentes salvas nos últimos quatro anos foram apreendidas no celular do treinador de Ribeirão Preto

| ACidadeON/Ribeirao

  

Veja mais conversas apreendidas pela DDM abaixo (Foto: divulgação/DDM)

 
Depois de confirmar a prisão em flagrante de um técnico esportivo, que comandava uma equipe de futebol americano em Ribeirão Preto, a delegada da DDM (Delegacia de Defesa da Mulher) confirmou que materiais impróprios foram encontrados no celular do suspeito com datas a partir de 2016.  

À imprensa, Patrícia de Mariano Buldo disse que fotos de adolescentes sem camisa ou apenas de cueca e crianças em poses sensuais estavam arquivadas no aparelho do rapaz, apreendido na manhã desta segunda-feira (23), por meio de um mandado de busca e apreensão.  

Um computador também já está em posse das autoridades e deve ser periciado nas próximas horas.  O objetivo, ainda de acordo com a Polícia, é dar andamento à investigação, que teve início após a denúncia de dois pais na semana passada.  

"Um inquérito policial foi instaurado por estupro, pois um dos denunciantes relatou que o filho dele foi beijado a força pelo técnico. Também tivemos acesso a conversas do suspeito, onde vagas no time eram ofertadas em troca de nudes [imagens sem roupa]", explicou a delegada.  
 

LEIA MAIS
Polícia Civil prende técnico suspeito de pedofilia em Ribeirão  
 

Por trata-se de crimes possivelmente cometidos à longo prazo, com arquivos apreendidos de quatro anos atrás, a DDM quer saber, agora, quem são os menores de idade das fotos.  

"Os adolescentes que tivemos acesso estão traumatizados pela quebra de confiança. Então, pedimos aos responsáveis que estão desconfiados e por ventura têm filhos que tiveram contato com esse treinador que nos procurem. Um boletim de ocorrência pode ser feito e o caso será analisado", finaliza Patrícia.  
 

Audiência de custódia  

O homem, que não teve a identidade revelada e não tem outras passagens pela polícia, continua à disposição da Justiça e deve ser encaminhado à audiência de custódia após o vencimento do período de flagrante. Enquanto isso, os demais materiais apreendidos e denúncias recebidas contra ele continuam sendo investigadas pela DDM de Ribeirão Preto.


Mais notícias



Mais notícias do ACidade ON