Aguarde...

cotidiano

Dr. Jairinho e mãe de Henry são presos pela morte do menino

Polícia Civil do Rio de Janeiro apura emprego de tortura contra garoto de 4 anos; casal nega envolvimento em caso

| ACidadeON/Ribeirao

Dr. Jairinho foi preso nesta quinta-feira (8) (Foto: Reprodução)
 

O vereador pelo Rio de Janeiro Dr. Jairinho (Solidariedade) e a esposa Monique Medeiros foram presos na manhã desta quinta-feira (8), durante as investigações sobre a morte do menino Henry Borel, de 4 anos. O parlamentar é padrasto do menino e Monique, a mãe.  

Investigadores da 16ª DP, na Barra da Tijuca, cumpriram mandados de prisão expedidos pelo 2º Tribunal do Júri da Comarca do Rio.   

LEIA NOTÍCIAS DE RIBEIRÃO PRETO E REGIÃO

A Polícia Civil apura a morte de Henry com emprego de tortura e sem chance de defesa da vítima. 

O casal, que nega envolvimento no caso, foi preso por atrapalhar as investigações e por ameaçar testemunhas para combinar versões. 

Dr. Jairinho e Monique afirmam que a morte de Henry teria ocorrido após um acidente doméstico.   


Mais notícias



Mais notícias do ACidade ON