Aguarde...

cotidiano

Caso Wesley: Após nove meses, família reclama de investigações

Garoto de 14 anos está desaparecido desde agosto do ano passado, quando deixou a casa da família para ir a um varejão, em Franca

| ACidade ON

Wesley Filho (foto) mora em Franca e está desaparecido há quase um ano (Foto: Divulgação)

A mãe do adolescente Wesley Pires Alves Filho, desaparecido há nove meses, em Franca, reclamou das investigações da Polícia Civil em relação ao caso. 

O garoto, que completou 14 anos de idade em novembro do ano passado, não é visto desde o dia 28 de agosto de 2020, quando deixou a casa da família para ir até um varejão. 
 
LEIA MAIS: 'Esperança é de não ter aparecido um corpo', diz mãe de Wesley

Segundo a mãe de Wesley, Camila Pedroso de Oliveira, a comunicação com os investigadores da DIG (Delegacia de Investigações Gerais) de Franca foi afetada, após a cidade adotar restrições mais rígidas como forma de combate à Covid-19.

"As investigações estão paradas. Se estiver tendo alguma investigação por parte da polícia, [os investigadores] não me passam. Aqui em Franca está tudo fechado [devido às medidas de combate à Covid-19], então, está difícil obter informações com os investigadores", contou a mãe do garoto.

Outro lado

A Secretaria da Segurança Pública de São Paulo (SSP-SP) informou, por meio de nota de imprensa, que o desaparecimento de Wesley Filho continua sob responsabilidade da DIG de Franca.

De acordo com a Pasta, os investigadores já ouviram os familiares e permanecem com as buscas para localizar o garoto. 

Contudo, a SSP disse que não poderia revelar detalhes para "não interferir no andamento da investigação".

"A autoridade policial está à disposição dos familiares para esclarecer os questionamentos pertinentes", disse a nota. 
 
Qualquer informação relacionada ao adolescente Wesley pode ser comunicada à família por meio dos seguintes telefones: (16) 99417-7833 e (16) 99316-9255.   

Há, também, os telefones 190, da PM (Polícia Militar), e o 181, do Disque Denúncia, com sigilo absoluto.


Mais notícias



Mais notícias do ACidade ON