Publicidade

cotidiano

Suspeito de matar travesti, 'Galinha Pintadinha' diz ser inocente

Homem de 29 anos foi preso em flagrante e está sob escolta em unidade de saúde, após sofrer linchamento; vítima foi assassinada a pauladas, diz BO

| ACidadeON/Ribeirao -

Ocorrência foi apresentada à CPJ, no Centro de Ribeirão Preto (Foto de arquivo: Weber Sian / ACidade ON)
O suspeito de matar uma travesti a pauladas nesta quarta-feira (13), em Ribeirão Preto, é conhecido como "Galinha Pintadinha", nome da animação brasileira destinada ao público infantil.  

O homem de 29 anos, porém, nega o crime, segundo consta no boletim de ocorrência (BO) registrado como homicídio consumado.
 
CLIQUE E SAIBA TUDO O QUE ACONTECE EM RIBEIRÃO E REGIÃO 

O suspeito foi preso em flagrante e está sob escolta policial na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) Norte, depois de ter sofrido um linchamento na rua Jacareí, no Jardim Salgado Filho, zona Norte.

Ele foi socorrido com fraturas na perna e no punho, de acordo com o BO.

Confusão


A PM (Polícia Militar) identificou o suspeito a partir do relato de uma testemunha, que afirmou tratar-se de pessoa periculosa.

Segundo o BO, ele estaria morando na Cetrem (Central de Triagem ao Migrante, Itinerante e Morador de Rua), também na região Norte.  

No local, os policiais foram informados de que o homem havia sido socorrido à unidade hospitalar. 

Na UPA, receberam a informação de que o suspeito estaria passando por exames.  

Ainda de acordo com o BO, ao ser indagado sobre os ferimentos na perna, o homem alegou ter sido atropelado e, na sequência, deixado na unidade de saúde pelo motorista de um veículo Volkswagen Gol.  

No entanto, uma médica afirmou ter visto o homem chegando em uma viatura de resgate do Corpo de Bombeiros.

Com o relato divergente, o suspeito acabou sendo autuado em flagrante. Não há, contudo, previsão para que ele recebe alta médica. 

Sem identificação


A travesti era conhecida apenas como "Dafini". 

O corpo da vítima, encaminhado ao IML (Instituto Médico Legal) da cidade, seria submetido a exames de necropsia e coleta de digitais para identificação da vítima.

A ocorrência foi registrada como homicídio simples, na CPJ (Central de Polícia Judiciária) Permanente, no Centro.  
 

Perseguição de roubo de carro em Pedreira (Foto: Arquivo Weber Sian / ACidade ON)
Homicídio ocorreu no Jardim Salgado Filho, zona Norte de Ribeirão Preto (Foto: Arquivo Weber Sian / ACidade ON)

Mais notícias


Publicidade