Publicidade

cotidiano

Zona Sul de Ribeirão Preto tem alta de furtos em 2021

Na madrugada desta quinta-feira (21) duas lojas recém inauguradas no Alto da Boa Vista foram alvos dos criminosos; Veja o vídeo

| ACidadeON/Ribeirao -

 

Ladrões furtam marmoaria no Alto da Boa Vista - Foto: Divulgação/redes sociais

As ocorrências de furtos na zona Sul de Ribeirão Preto registram alta em 2021 e têm feito comerciantes da região investirem em mais segurança. 

De acordo com dados da Secretaria de Segurança Pública de São Paulo (SSP-SP), entre janeiro e agosto deste ano, foram 1.029 casos de furtos, incluindo veículos.   

No mesmo período de 2020 foram registradas 930 ocorrências de furtos. O aumento é de quase 9,7% ou de 99 ocorrências. Os crimes na zona Sul são investigados pelo 4º DP (Departamento de Polícia). 

Crimes  

Duas lojas recentemente inauguradas no Alto da Boa Vista foram alvos de criminosos na madrugada desta quinta-feira (21). 

As câmeras de segurança [veja o vídeo abaixo] flagram os bandidos invadindo o show room de uma marmoraria. A quadrilha que chega no local em uma pick-up quebra a porta com chutes e uma ferramenta. Quatros suspeitos furtam uma TV que estava presa na parede. Na sequência, o alarme dispara e eles fogem.

A segunda loja que trabalha com vidros, vizinha à marmoraria, só contabilizou prejuízos patrimoniais, pois os criminosos danificaram a porta de vidro, contudo por ser de material resistente, ela não se estilhaçou. 

As imagens já foram entregues à polícia e nenhum suspeito foi preso até o momento. 

Insegurança

A vendedora da marmoraria Jade de Oliveira se sente insegura, pois faz pouco tempo que a loja foi instalada na região - a cerca de 4 meses. " O que realmente fica é o medo, a insegurança e o transtorno que causaram. Alguns clientes vieram na loja e viram toda essa situação", lamenta.  

Nos dois casos, os sistemas de segurança não impediram a ação dos criminosos, mas dificultaram o furto. Esse tem sido o caminho adotado por muitos comerciantes, explica o especialista em segurança e tenente coronel aposentado da Policia Militar (PM), Marco Aurélio Gritti.  

"Hoje o que existe de mais moderno em segurança é unir as pessoas e as tecnologias. A tecnologia ajuda muito na identificação, na definição de autoria e na investigação. Ele [o ladrão] pensa mais de uma vez. Ele pode decidir pela ação, mas ele sabe que num curto espaço de tempo, ele corre o risco de ser identificado e preso", conclui. (Com EPTV)




















Mais notícias


Publicidade