Publicidade

cotidiano

PM suspeito de matar ex se entrega à Polícia Civil em Franca

O PM chegou a Delegacia de Investigadores Gerais (DIG), acompanhado de seu advogado; Ele se manteve em silêncio e foi transferido para presídio na capital

| ACidadeON/Ribeirao -

 

PM suspeito de matar a ex-companheira se entrega à Polícia em Franca- Foto: Divulgação/redes sociais

O policial militar Douglas da Silva Teixeira, suspeito de ter matado a ex-namorada Thabata Caroline Gonzales Silva de 34 anos com um tiro na cabeça se apresentou à Polícia Civil na tarde desta sexta-feira (19) em Franca.

O PM chegou a Delegacia de Investigadores Gerais (DIG), acompanhado de seu advogado. Segundo o delegado responsável do caso, Márcio Murari, Douglas permaneceu em silêncio durante o tempo, optando por não se manifestar. 

"Nesse primeiro momento ele simplesmente se calou, não quer dar qualquer tipo de informação. Nós estamos instaurando um inquérito policial e agora vamos tomar vários depoimentos. Daqui a cerca de 15 dias solicitaremos que a policia militar o apresente aqui na sede da DIG, para então fazer o interrogatório", disse.

Sob gritos de assassino por populares que o aguardavam do lado de fora, Teixeira foi transferido em uma viatura da PM para o Presídio Militar Romão Gomes, que abriga policiais militares presos em São Paulo.  

Histórico de Violência 

Douglas estava foragido desde quinta-feira (18) quando a ex-namorada foi encontrada morta dentro do carro dela no estacionamento da chácara que pertence aos pais do suspeito, na rodovia Tancredo Neves.

O sepultamento de Thabata aconteceu no início da tarde desta sexta-feira (19), no Cemitério Santo Agostinho, também em Franca.  

Segundo a família, o casal tinha uma relação conturbada por causa de ciúmes dele e chegou ao fim recentemente após cerca de dois anos. 

Em outubro a vítima registrou um boletim de ocorrência contra o policial por ameaça e agressão. Ela disse em depoimento, que foi ameaçada com uma arma e agredida no pescoço por ter se negado a manter relações sexuais com ele.

Thabata Gonzales, foi encontrada morta à tiros em Franca - Foto: Divulgação/redes sociais 









Mais notícias


Publicidade