Publicidade

cotidiano

Júri inocenta acusado de matar empresário por R$ 80 mil em Ribeirão

Esposa da vítima, inicialmente acusada de planejar crime para ficar com seguro, também já havia sido absolvida, em Ribeirão Preto; Leandro Batista, 35, morreu em 2018

| ACidadeON/Ribeirao -

Leandro Batista morreu em 2018 (Imagem: Arquivo pessoal)
O homem acusado de assassinar o empresário Leandro Henrique Batista, em Ribeirão Preto, foi absolvido pelo júri popular, por 4 votos a 2, na noite desta terça-feira (10), no Fórum da cidade.

Em março, Ana Cláudia Batista já havia sido inocentada da acusação de planejar a morte do marido para sacar o seguro de R$ 725 mil. 
 
VEJA TAMBÉM: Entenda o que está previsto na reforma da avenida Nove de Julho

O MP (Ministério Público) a acusava de oferecer R$ 80 mil a Éder da Silva Rezende para que os disparos fossem feitos. 

Segundo o advogado dela, Daniel Rondi, os representantes de Éder solicitaram que a defesa de Ana estivesse no plenário. 

"A defesa do Éder pediu que a defesa de Ana fosse a plenário demonstrar a incoerência na acusação de Ana e também de Eder, por conta de um abandono prematuro de outras linhas de investigações. A polícia trabalhou, inicialmente, com a linha de investigação de latrocínio, e também uma situação bem pontual de crime passional", contou Rondi à rádio CBN Ribeirão.

Éder da Silva foi preso em Tocantins. A expectativa é que ele seja liberado nesta quarta (11).   

Por meio de nota, a promotoria informou que irá recorrer da decisão que beneficou Ana Cláudia. O MP também disse que avaliará recurso para o caso de Éder.  

O crime 

Leandro Batista, de 35 anos, foi assassinado em fevereiro de 2018, em frente a uma casa que ele havia colocado para locação, no Jardim Monte Carlos, zona Oeste de Ribeirão Preto.
À época, Ana Cláudia chegou a declarar que o marido saiu pouco depois de uma pessoa ligar para ele, demonstrando interesse na compra do imóvel.

A vítima foi baleada na cabeça e no tórax e morreu ainda no local. Leandro morava em Dumont e tinha um salão de beleza em Ribeirão. Ele deixou cinco filhos.
 
 

Júri foi realizado nesta terça (Imagem ilustrativa: Pixabay)

Mais notícias


Publicidade