Aguarde...

ACidadeON Ribeirão Preto

Ribeirão Preto
mín. 20ºC máx. 36ºC

cotidiano

Vídeo: Olho de Águia ajuda a prender 384 suspeitos

Programa foi responsável pela prisão de 70% dos suspeitos no Centro em 2014 e em 2015

| ACidade ON

O programa Olho de Águia ajudou a prender 384 suspeitos de crimes nos últimos dois anos em Ribeirão. O monitoramento por câmeras foi responsável pela prisão de 70% do total dos suspeitos na região central – no ano passado e em 2014 foram presas, ao todo, 548 pessoas no Centro, segundo a Polícia Militar.

Desde o início de 2014, o monitoramento por câmeras é responsável pela prisão de quatro suspeitos por semana na região central de Ribeirão.

Por conta dos bons resultados obtidos pelo sistema, que começou a ser implantado há dez anos, o programa de monitoramento será ampliado nos próximos meses para outras regiões da cidade.

ASSISTA AO VÍDEO

Baixe o Adobe Flash Player

O comandante da 1ª Companhia da Polícia Militar, capitão Paulo Henrique Junqueira de Carvalho, diz que o programa Olho de Águia foi um ingrediente fundamental para determinar a queda dos índices de criminalidade na região central de Ribeirão nos últimos anos.

“Pelo sistema de rádio, o policial que está na central do Olho de Águia aciona a viatura e já passa as características dos suspeitos”, explica.

Dados da Secretaria de Segurança Pública confirmam a redução dos crimes no Centro. O último homicídio registrado na região foi há dois anos e três meses, em janeiro de 2014. Enquanto isso, desse mês até o final de março de 2016 foram registrados 108 assassinatos nas outras regiões de Ribeirão.

Entre os anos de 2011 e 2015, a queda das ocorrências de furto na região central foi de 27,7%. O número de roubos de veículos caiu 39,39% e a maior queda foi registrada nos furtos de veículos: 44,18% menos ocorrências.

Segundo o comandante da 1ª Companhia, a queda nos índices criminais refletiu na redução da produtividade policial. Em um comparativo entre os índices de 2014 e 2015, que leva em consideração nove itens, somente o número de condenados capturados cresceu de um ano para o outro.

O número de presos em flagrante, de flagrantes por tráfico e de veículos recuperados, por exemplo, registrou queda.

“A comunidade também tem uma participação muito importante no controle dos índices criminais. A qualquer suspeita, deve ligar para o 190. Sugerimos também aos comerciantes que instalem sistema de monitoramento particular, já que o investimento em tecnologia minimiza o crime”, conclui o capitão.

Programa será ampliado no Centro

Conforme o A Cidade publicou no último dia 22, o programa Olho de Águia será ampliado e, segundo a prefeitura, mais 64 câmeras devem entrar em operação em 16 regiões da cidade até 23 de maio. Os locais onde serão instalados os equipamentos, no entanto, ainda não foram definidos. A ampliação do programa de segurança foi firmada em reunião realizada no último dia 20 entre representantes da prefeitura, da Acirp (Associação Comercial e Industrial de Ribeirão Preto), da Guarda Municipal, da Polícia Militar e do Itaú Unibanco.

Há ainda cinco câmeras que já começaram a ser instaladas, produto da parceria entre a Acirp e a prefeitura. Com a ampliação, o programa Olho de Águia contará com 88 câmeras. Hoje, há 19 equipamentos operando na região central.

Câmeras também flagram solidariedade

As câmeras do programa Olho de Águia não flagram somente atitudes criminosas. Há ações solidárias detectadas pelo monitoramento na região central de Ribeirão. Domingo, 25 de março de 2016: Um homem aparentemente com problemas mentais é flagrado nu debaixo de chuva. Uma mulher que passava pelo local coloca uma roupa e posteriormente uma ambulância o leva para atendimento médico.

Em 8 de fevereiro de 2015, um motociclista sofre acidente e cai ao solo na esquina da rua José Bonifácio com a São Sebastião. Instantes depois, outros quatro motoqueiros param para amparar a vítima e chamar por socorro médico.

Em 29 de setembro de 2011, um bombeiro no horário de folga para com o carro para ajudar um motociclista que acabava de sofrer um acidente envolvendo um outro carro. Minutos depois, chega a ambulância. 

Arte / A Cidade

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Cadastrados

Nome (obrigatório)
Email (obrigatório)
Comentário (obrigatório)
0 comentários

Mais do ACidade ON