ACidadeON Ribeirão Preto

Ribeirão Preto
mín. 20ºC máx. 36ºC

cotidiano

Advogados presos pela Operação Têmis negam envolvimento em esquema

Renato Rosin Vidal e Klaus Philipp Lodoli foram detidos na manhã desta quinta-feira (11) pela Polícia Civil de Ribeirão Preto

| ACidadeON/Ribeirao

Matheus Urenha / A Cidade
Advogado Renato Rosin Vidal foi preso na manhã desta quinta-feira (11) pela Operação Têmis; veja mais fotos na galeria (foto: Matheus Urenha / A Cidade)

 

Os advogados Renato Rosin Vidal, Klaus Philipp Lodoli, presos na manhã desta quinta-feira (11) pela Operação Têmis da Polícia Civil e Ministério Público Estadual, sob acusação de fraudes processuais para obter vantagens financeiras de bancos, negam envolvimento no esquema criminoso.

Além dos dois, a Polícia Civil também cumpre mandado de prisão preventiva contra os advogados Gustavo Caropreso Soares de Oliveira e Angelo Luiz Feijó Bazo.

ACidade ON ouviu o advogado Renato Rosin Vidal no momento em que ele acompanhava o mandado de busca e apreensão em seu escritório, na avenida Costábile Romano. Ele nega veementemente as acusações.

VEJA FOTOS DO ADVOGADOS PRESOS

CONFIRA GALERIA DE FOTOS DA OPERAÇÃO NESTA MANHÃ

“O Ministério Público poderá verificar que não houve qualquer irregularidade”, afirmou Vidal, antes de ser levado ao Plantão Policial.

Segundo apurações iniciais do ACidade ON, os advogados são acusados de aplicar golpes para reclamar na Justiça diferenças salariais referentes ao Plano Verão.

Além disso, os advogados usariam o nome de clientes que buscavam uma associação para limpar o nome, sem a pessoa saber, para entrar com os processos judiciais.

A Polícia Civil estima que a fraude poderia ocasionar um prejuízo estimado aos bancos em R$ 100 milhões, ao induzir a erro o Poder Judiciário.

“A associação trabalha de maneira gratuita e o escritório não tem nenhuma obrigação com ela. Independentemente de qualquer coisa, nenhum valor era cobrado na associação. Então como posso ficar com um dinheiro, sendo que não era cobrado de ninguém?”, defendeu-se o advogado Klaus Philipp Lodoli, preso também na manhã desta quinta-feira (11).

Ética

O coordenador da Comissão de Prerrogativas da OAB, José Augusto Ferraz, acompanhou as diligências na manhã desta quinta-feira (11) e declarou que o caso será remetido à Comissão de Ética da Ordem.
“Caso a denúncia tenha fundamento, será instaurado procedimento administrativo ético-disciplinar contra esses advogados”, afirmou. A penalidade pode variar desde advertência até a exclusão da OAB.

 

Leia Mais:

Operação prende advogados suspeitos de golpe em Ribeirão Preto

Isaac Antunes será investigado por suposta ligação com presos na Operação Têmis

 

Comentários

Cadastrados

Nome (obrigatório)
Email (obrigatório)
Comentário (obrigatório)
0 comentários

Veja também