Aguarde...

cotidiano

Cabeça d'água mata ao menos duas pessoas no Sul de Minas

O aumento repentino da água pegou 19 turistas de surpresa; Ao menos uma pessoa ainda está desaparecida

| ACidadeON/Ribeirao

 
 

Pessoas ficaram ilhadas aguardando socorro (Imagem: EPTV / Reprodução)

Ao menos duas pessoas morreram na tarde do sábado (2) em um fenômeno conhecido como cabeça dágua. Segundo o Corpo de Bombeiros, pelo menos mais uma vítima ainda está desaparecida.

O caso aconteceu em uma região com cachoeiras entre São José da Barra e Capitólio, no Sul de Minas Gerais. O local é muito frequentado pelos banhistas das regiões de Ribeirão Preto e de Franca.

A cabeça d´água é quando uma chuva forte cai em setor do curso d´água, provocando um aumento repentino do nível e da força das corredeiras.

Na situação deste sábado, segundo os Bombeiros, ao menos 19 pessoas foram arrastadas pelo aumento repentino do volume de água. Cinco vítimas encontraram um local fora da água, mas aguardaram o resgate ilhadas.

A força da água também provocou fraturas em alguns resgatados. Foi usado até um helicóptero para ajudar nas buscas.


Mais notícias



Mais notícias do ACidade ON