Aguarde...

ACidadeON Ribeirão Preto

Ribeirão Preto
mín. 20ºC máx. 36ºC

divirta-se

Peça teatral no Sesc Ribeirão dialoga temáticas que abordam o corpo negro

"Violento" conta a trajetória de um jovem negro na sociedade tratando de assuntos como racismo, genocídio em curso e a hipersexualização do corpo negro

| ACidadeON/Ribeirao

Peça busca trazer dialogo com público sobre temas abordados como racismo, genocídio e hipersexualização (Foto: Pablo Bernardo).
 

Na noite desta quinta-feira (14), o palco do Sesc Ribeirão, juntamente com Preto Amparo, apresenta a obra cênica "Violento", que se desenha pela trajetória de um jovem negro na sociedade, diretamente atingido por abordagens policiais, encarceramento em massa, genocídio em curso e hipersexualização do corpo negro acrescida de elementos urbanos e ritos de passagens contemporâneos.  

A peça tem como intuito trazer um diálogo aberto entre público e equipe sobre os assuntos relacionados.  

"É muito difícil pensar em uma sociedade moderna que não tenha racismo. Isso é meio que a fundação da nossa existência do Brasil que a gente conhece pós a chegada dos portugueses e pós o tráfico de pessoas negras da África pra cá. Se ele existe é porque ele beneficia algumas pessoas, algum recorte da sociedade, e pra que isso seja diminuído ou eliminado, esse recorte que se beneficia do racismo tem que assumir que ele existe e tentar não praticá-lo", comenta o diretor da peça, Alexandre de Sena.  

Para ele, o espetáculo reforça sua denominação de obra artística ao perceber que retratar sobre determinados assuntos correlacionados com corpos negros causa certo espanto ao público.  

"Talvez o ponto de reflexão seja: o que é considerado normalidade dentro das expressões artísticas? Porque essas questões que são consideradas normais e cotidianas são consideradas e outras questões não? Talvez desanuviar o nosso olhar do ponto de vista do dominador pra entender o que nós somos enquanto pluralidade possa ser um bom caminho pra responder essas perguntas", diz Alexandre.  

A apresentação em Ribeirão reforça a expectativa inicial de dialogar com as pessoas que se deslocam de suas casas para assistir a obra, havendo escuta dos dois lados. "Eu acho muito ruim quando a gente vai assistir alguma coisa e uma certa ideia é imposta, na verdade nosso espetáculo levanta questionamentos e convida para uma reflexão. A nossa expectativa é continuar pensando que o resultado continue sendo desse jeito e aconteça o melhor que pode acontecer", conclui. (Bruna Zanatto)  

Serviço
Violento

Data: 14/3 (quinta-feira), 20h30
Local: Galpão do Sesc Ribeirão Preto (Rua Tibiriçá, 50, Centro)
Ingressos: R$ 17 (Inteira); R$ 8,50 (Aposentado, pessoa com mais de 60 anos, pessoa com deficiência, estudante e servidor da escola pública com comprovante); R$ 5 (Trabalhador no comércio de bens, serviços e turismo credenciados no Sesc e seus dependentes)

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Facebook