Aguarde...

ACidadeON Ribeirão Preto

docon

Cuidado com o 'já já passa'!

Não fosse ter consulta de rotina com o nefrologista que acompanha minha disfunção renal, leitores, eu não estaria escrevendo esta crônica para brindar a vida

| ACidadeON/Ribeirao

Luiz Puntel é escritor e formado em letras (Mastrangelo Reino / Arquivo A Cidade)
Um domingo desses, pedalando na ciclofaixa, senti uma fisgada na panturrilha esquerda. Pensei com meus pedais: certamente, mais um estiramento pra conta. E, enquanto continuava a pedalar, corpo quente, circulação ativada, lembrei-me de uma dúzia de estiramentos, de rompimentos das fibras musculares sofridos pela vida afora. 

Até diagnostiquei (eita, doutor Google!) que, pela dor, deveria ser um prejuízo de pequena monta, coisa de semanas de repouso, medicação, perninhas pra cima, o de sempre! Dia seguinte, leve desconforto, mas vamos que vamos, que a vida é urgente! Continuei com as atividades normais, a semana passou, o inchaço assinava ponto todo dia, "já já passa", é coisa que já tive muitas vezes, correndo maratonas, indo daqui a Batatais passada após passada, trotando kms de suor e saúde! 

Não fosse ter consulta de rotina com o nefrologista que acompanha minha disfunção renal, leitores, eu não estaria escrevendo esta crônica para brindar a vida! Se não tivesse hora marcada com o dr. Nakao, eu poderia ter passado por maus bocados. 

Cumprimentos, como você está, estou ótimo, inclusive neste final de semana subi 100 andares no sábado e mais 100 no domingo, que adoro escalar alturas. E, como sou médico de mim mesmo, relatei que havia apenas um leve incômodo na panturrilha, mas é coisa de somenos, "já já passa!" 

Dr. Nakao, sabedoria japonesa em forma de anamnese, não engoliu o "já já passa", mandou-me deitar na maca, apalpou aqui, cutucou ali e, no fim, perguntou se eu tinha tempo para ir ao 24 horas. Na hora, já telefonou, falou com o dr. Allison, o clínico, pediu uma avaliação, e pela conversa deles, leitores, senti que eu estava mais enrolado que tripa de carneiro. 

Dr. Allison me atendeu com eficiência de profissional experimentado, fez a anamnese, o que o senhor está sentindo, relatei o "já já passa", inchaço bobo, sensação de calor na perna, vamos fazer um ultrassom. O procedimento foi feito pelo doutor Nather, que, enquanto pilotava o mouse do aparelho, foi lembrando que eu fora seu professor, nos tempos de estudante, lembrou das redações e mais redações, e lembra disso e lembra daquilo, e o mouse do ultrassom, como uma caneta desliza pelas linhas do texto, que íamos construindo oralmente, deslizava suave pela coxa da perna. De repente, a caneta do mouse mudou de linha, ou seja, mudou de veia, desceu para outro parágrafo, o da panturrilha, e foi aí que tirei zero na minha tosca dissertação argumentativa do "já já passa!" 

Quando ele atestou, na lata, ou seja, no visor do aparelho, que eu tinha um coágulo numa das veias, eu me demiti do médico que nunca fui, e caí na real. Não era só um estiramento sem importância, não! Poderia ter havido desdobramentos mais sérios, uma embolia pulmonar, um acidente vascular cerebral, com o final da maratona funérea indo parar na reta de chegada do Cemitério da Saudade. Reta de chegada ou de saída? Eu, hein, Rosa? Ainda não quero coroa de flores não!  

Resumo da pedalada, leitores: fui medicado e aqui estou, neste domingo, pedalando repouso, sabendo que cautela e caldo de galinha não fazem mal a ninguém. Bora viver? 

-----------------------  

Puntel, perninhas pra cima, agradecendo a todos os profissionais de saúde, que transformam o "já já passa" de pacientes teimosos em salvamento de vidas!

Você pode ajudar o jornalismo sério

A missão do ACidade ON é fazer um jornalismo de qualidade e credibilidade. Levar informação confiável e relevante, ajudar a esclarecer e entender os fatos, sempre na busca de transformação. E o seu apoio é fundamental. Ajude-nos nessa missão para construir uma sociedade mais crítica e bem informada.

Apoie o bom jornalismo.

Já é assinante? Faça seu login.

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso. Para mais informações, consulte nosso TERMO DE USO"

Facebook

Mais do ACidade ON