Aguarde...

ACidadeON Ribeirão Preto

docon

Promessa de instalar aquecedores nas piscinas da Cava completa 1,7 mil dias

Novela começou em 2014, na gestão Dárcy Vera, e, a partir de 2017, seguiu no governo Duarte Nogueira (PSDB)

| ACidadeON/Ribeirao

Piscina gelada: Promessa de aquecedores completa 5 anos (Foto: Weber Sian / Arquivo ACidade ON)
Já se passaram 1.747 mil dias desde que a ex-prefeita de Ribeirão Preto, Dárcy Vera (sem partido), apareceu na internet dançando o "lepo-lepo", música de sucesso do Carnaval de 2014. Essa, também, é a quantidade de dias que os frequentadores da piscina da Cava do Bosque aguardam a instalação de aquecedores.

Envelope deve ser aberto na terça (12)

A Prefeitura, que desde 2017 está sob comando do prefeito Duarte Nogureira (PSDB), espera dar início ao encerramento da novela, mais longa que qualquer trama da TV Globo, na terça-feira (12), quando serão abertos os envelopes da tomada de preços 0018/2018, que é a licitação mais recente aberta para contratação de uma empresa especializada para instalação elétrica e hidráulica dos aquecedores na piscina. O custo estimado é de R$ 148.692,50. Caso tenha uma empresa vencedora, ela terá o prazo de 60 dias para concluir a obra.

Mas...

Embora se tenha uma data para abertura da licitação, isso não é garantia que os aquecedores serão instalados. Desde que os 18 aparelhos foram disponibilizados pelo presidente da Fiesp (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo), Paulo Skaf (MDB), então candidato ao governo do estado, foram publicados no Diário Oficial do Município outros cinco processos de compras para instalação dos aparelhos. Nenhum prosperou. 
 

Aquecedores foram doados pela Ciesp / Fiesp (Foto: divulgação)

Problema é a verba

O custo de R$ 148 mil sempre foi um dos entraves, já que o orçamento da Secretaria de Esportes é um dos menores entre as secretarias municipais, cerca de R$ 14,8 milhões previstos para 2019.

Emendas parlamentares

Até por isso, vereadores buscaram junto com deputados próximos para conseguir emendas parlamentares para que o município possa esses ter recursos. Igor Oliveira e Alessandro Maraca, ambos do MDB, conseguiram que fossem disponibilizados cerca de R$ 250 mil junto ao Ministério do Esporte, por intermédio do deputado Baleia Rossi, do mesmo partido. Porém, isso foi em 2017. 
  
Maraca e Igor dizem que mantém a cobrança sobre o Executivo (Foto: Weber Sian / Arquivo ACidade ON)
Ofício a prefeitura

O vereador Igor Oliveira afirma que oficiará a Prefeitura para saber os motivos do atraso. "Nós vamos cobrar explicações. É um problema muito sério para a cidade", reclama o parlamentar

"É uma luta que temos desde 2017, agora a preocupação é perder esse dinheiro e não instalar esses aquecedores. Espero que isso [contratação de empresa] aconteça. Podemos levar até para o Ministério Público, para verificar o que está acontecendo. Não é possível que a gente não consiga uma empresa capacitada e habilitada de fazer a instalação dos aquecedores", completa.

Chateado

Já Alessandro Maraca afirma que está chateado com a situação. "O prefeito fez uma promessa no ano passado para dezenas de esportistas, principalmente crianças, que vão fazer natação na Cava do Bosque que até o Dia dos Namorados (12 de junho) isso teria sido instalado. Já estamos chegando no segundo Dia dos Namorados depois daquele, e nada de instalar esses aquecedores", lamenta.

Secretaria espera por licitação

A coluna fez os seguintes questionamentos a Secretaria de Esportes e a Prefeitura:
- Qual o motivo desses equipamentos ainda não terem sido instalados, já que foram objeto de várias licitações para a contratação de empresas responsáveis pela instalação?
- Está em curso mais um processo licitatório, como anda a expectativa para a contratação por ele, se em outros casos não foram confirmados? Quais as diferenças técnicas?
- Em fevereiro, um processo licitatório para execução do serviço foi suspensa, qual o motivo?
- Qual o prazo para que o equipamento seja instalado?
- No ano passado, a Prefeitura publicou o Processo de Compras nº 0631/2018 [uma das licitações, para um projeto mais completo para reforma da piscina]. Por qual motivo ele não prosperou?
Porém, a única resposta foi a seguinte:
"A Secretaria de Esportes informa que a instalação dos aquecedores está seguindo as determinações da lei do processo de licitação. Seu acompanhamento pode ser realizado diretamente pelo site da prefeitura, através da tomada de preços nº 18/2008. O encerramento e a abertura dos envelopes estão previstos para o dia 12 de março".

O secretário de Esportes Ricardo Aguiar foi procurado na última semana, mas a assessoria de imprensa da prefeitura informou que ele estava em um congresso de educação. 

Secretário Ricardo Aguiar estava em um congresso e não foi localizado (Foto: Weber Sian / ACidade ON)

 
*coluna atualizada para correção de informação às 11h05 de 11 de março de 2019.

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Facebook