Aguarde...

ACidadeON

Voltar

Economia

Em 2019, Ribeirão tem crescimento na receita acima da inflação

A Prefeitura de Ribeirão Preto arrecadou R$ 1,5 bilhão entre os meses de janeiro e agosto de 2019

| ACidadeON/Ribeirao

Arrecadação do município é proveniente de impostos municipais, repasses da União e do Governo Estadual (Foto: Weber Sian/Arquivo A Cidade)
 
Entre os meses de janeiro e agosto de 2019, a Prefeitura de Ribeirão Preto arrecadou R$ 1,5 bilhão, segundo dados publicados pela secretaria da Fazenda, no Portal da Transparência. O montante é 8,8% superior ao arrecado pela administração municipal no mesmo período de 2018.  

No ano passado, nos oito primeiros meses do ano, a arrecadação do município com impostos, repasses da União, do governo estadual e empréstimos foi de R$ 1,3 bilhão diferença de R$ 124,3 milhões.  

O crescimento na arrecadação municipal, inclusive, é três vezes maior do que a inflação acumulada no período. De acordo com o INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor), que é contabilizado pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), a inflação entre agosto de 2018 e agosto de 2019 foi de 3,2%.  

Entre os principais fatores que ajudaram a levantar a arrecadação da cidade, segundo os dados publicados pela Fazenda, estão o aumento na arrecadação do IRRF (Imposto de Renda Retido na Fonte), que apresentou crescimento de 13,3% (R$ 98,9 milhões em 2019; R$ 87,2 milhões, em 2018), e o disponibilizado por meio de operações de crédito, que levantou R$ 41,5 milhões em 2019, ante R$ 11,2 milhões nos oito primeiros meses de 2018.  

O IPTU (Imposto Predial Territorial Urbano) representou um aumento de 7,1% na arrecadação municipal na comparação dos dois anos, saltando de R$ 265,5 milhões no período analisado de 2018, para R$ 284,4 milhões, neste ano.  

Contudo, outras fontes de arrecadação do município apresentaram queda, como é o caso do IPVA (Imposto sobre Propriedades de Veículos Automotores), que é repassado para a administração municipal por meio de repasse do governo estadual, que diminuiu de R$ 303 milhões, em 2018, para R$ 295,3 milhões nos oito primeiros meses de 2019.  

Leia mais:
Tribunal de Contas alerta a prefeitura de Ribeirão sobre empréstimos
  
 
Prefeitura de Ribeirão decreta contingenciamento de 15% do orçamento  
 
Prefeitura de Ribeirão prevê déficit de R$ 296 mi no IPM em 2020



Você pode ajudar o jornalismo sério

A missão do ACidade ON é fazer um jornalismo de qualidade e credibilidade. Levar informação confiável e relevante, ajudar a esclarecer e entender os fatos, sempre na busca de transformação. E o seu apoio é fundamental. Ajude-nos nessa missão para construir uma sociedade mais crítica e bem informada.

Apoie o bom jornalismo.

Já é assinante? Faça seu login.

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Facebook

Mais do ACidade ON