Aguarde...

Economia

Justiça obriga prefeitura a pagar salários atrasados da Transerp

Os funcionários da Transerp, que gerencia o trânsito em Ribeirão Preto, não receberam os salários referentes ao mês de junho

| ACidadeON/Ribeirao

Transerp alega problemas financeiros (Foto: Silva Júnior/Especial-Arquivo A Cidade)
 
A 4ª Vara do Trabalho de Ribeirão Preto determinou que a Transerp e a prefeitura paguem os salários dos funcionários da empresa de trânsito referentes ao mês de junho. A empresa informou em maio que passa por dificuldades financeiras, por conta da queda de arrecadação motivada pela pandemia do novo coronavírus (covid-19).  

CLIQUE AQUI E LEIA MAIS NOTÍCIAS SOBRE RIBEIRÃO PRETO
 
A ação foi proposta pelo sindicato dos trabalhadores do sistema de fiscalização e planejamento viário de São Paulo. A entidade afirma que houve atraso dos pagamentos dos funcionários, que deveria ter ocorrido no dia 7 de julho. Em maio, a Transerp já havia parcelado os vencimentos.  

O pedido foi acatado pelo juiz do Trabalho João Baptista Cilli Filho, nesta quinta-feira (9), que determinou que a Transerp e prefeitura comprovem o pagamento dos salários dentro do prazo de cinco dias. A pena para o descumprimento da determinação é de R$ 50 mil por dia de atraso.  

Em maio, a Transerp já havia parcelado o pagamento dos salários dos funcionários em duas parcelas. Segundo a empresa, a Transerp está em dificuldade financeira em razão da diminuição das receitas após a decretação do estado de calamidade pública, por conta da pandemia.  

Outro lado
 
Por meio de nota, a Prefeitura informa que foi assinado na tarde desta quinta-feira um decreto para transferir recursos à Transerp para efetuar o pagamento da folha dos funcionários, referente ao mês de junho. A administração foi incluída no processo como parte solidária pela Justiça do Trabalho.  

Leia mais:
Transerp paga apenas 40% dos salários dos funcionários

Mais do ACidade ON