Aguarde...

Economia

Pesquisa aponta as carreiras mais promissoras na região

Estudo mostra que as profissões ligadas a tecnologia da informação cresceram na pandemia e devem abrir muitas vagas nos próximos 5 anos

| ACidadeON/Ribeirao

Foto: Pixabay
 

Não apenas na região de Ribeirão Preto, mas em todo o Brasil, as carreiras ligadas a tecnologia da informação foram apontadas por uma pesquisa elaborada pelo Senai (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial) como as mais promissoras no período "pós-pandemia".  

O levantamento publicado no início do mês e computado por 20 especialistas no assunto mostra que as tendências de home office, implantadas por muitos como medida de combate ao novo coronavírus, deram mais visibilidade às ferramentas digitais e possibilidade de assistência remota.  

Por isso, as áreas de analista de soluções de alta conectividade, administrador de conectividade, especialista em logística e desenvolvedores de softwares para simulação de processos industriais devem continuar crescendo depois que a vacina da covid-19 for aprovada.  

De acordo com o Senai, essas profissões tornaram-se essenciais e poderão ser as que mais abrirão vagas de emprego nos próximos cinco anos. Além disso, já estão fora da crise financeira causada pelo fechamento parcial do comércio no meio do ano.  

E mais: o estudo acredita que novas carreiras correlacionadas à informática devem surgir nesse prazo de meia década, como a de suporte de trabalho à distância e muito mais. Cursos mais específicos, consequentemente, também devem ser desenvolvidos nesse período.  

Papel da T.I  

Consolidado no mercado de trabalho, o setor de Tecnologia da Informação tem como papel principal buscar inovações, otimizações e melhorias no processo de vendas de cada empresa, além de alavancar os resultados finais - seja financeiramente ou por meio de suportes.  

Uma aposta exclusiva desse meio, também apontada na pesquisa do Senai, são as startups.  

Em Ribeirão Preto, o Supera Parque alia oportunidade à boas condições de investimento e tem dado suporte nos últimos anos a quem quer abrir um negócio.  

Eduardo Cicconi, gerente do complexo, diz que o ambiente de inovação ligado ao campus municipal da USP foi criado para dar assistência às pessoas que desejam empreender ou mesmo atualizar os modelos individuais de vendas. Com isso, serviços de gestão e consultorias especificas são oferecidos.  

"Startup é uma empresa que tem tecnologia envolvida e consegue de uma maneira rápida replicar o seu modelo em outros mercados e localidades. Por isso, estamos aqui para ajudar a criar soluções", ele finaliza.

Mais do ACidade ON