Aguarde...

Economia

Agricultores fazem protesto em Ribeirão e cidades da região

Ato foi mantido mesmo após recuo do Governo de São Paulo sobre a elevação do ICMS para alimentos e medicamentos

| ACidadeON/Ribeirao

 

Agricultores de Ribeirão Preto e cidades região fazem um protesto, na manhã desta quinta-feira (7), contra a elevação do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços).  

O ato com tratores estava confirmado em ao menos 30 cidades da região, como Sertãozinho e Franca, e foi mantido mesmo com o anúncio do Governo de São Paulo, nesta quarta-feira (6), de suspender a mudança nas alíquotas para alimentos e medicamentos genéricos. Em Ribeirão, o protesto acontece na marginal da rodovia Abrão Assed (SP-330). 

LEIA MAIS NOTÍCIAS DE RIBEIRÃO PRETO E REGIÃO

Segundo o governo paulista, o recuo na elevação do imposto está ligado a um novo aumento dos casos da covid-19 e uma segunda onda da doença.  

"A mudança nas alíquotas do imposto em 2021 e 2022 foi proposta em meados de agosto do ano passado, quando a pandemia do coronavírus estava em queda de 18,2% nas internações e de 17,2% nas mortes em comparação ao período de pico, registrado em meados de julho", explicou o governo, em nota.  


Já a FAESP (Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de São Paulo) afirmou que o governo atendeu apenas parte das propostas do agronegócio.

"Outros pleitos importantes ficaram de fora: energia elétrica, leite pasteurizado e hortifrutigranjeiros, esses dois últimos fundamentais nas cestas básicas. Esses aumentos no ICMS ainda causam grandes impactos no agronegócio paulista, principalmente para os pequenos produtores rurais, que representam 78% do Estado, e para a sociedade como um todo", disse a federação, também por meio de nota. 

Protesto acontece na marginal da rodovia Abrão Assed, em Ribeirão Preto (Foto: Michelle Souza / CBN Ribeirão)


Mais notícias



Mais notícias do ACidade ON