Publicidade

economia

Ribeirão Preto e Franca somam 351 vagas de estágio e aprendiz

Oportunidades são para diversas áreas e interessados já podem cadastrar currículo no site do CIEE; saiba como

| ACidadeON/Ribeirao -

Interessados pode cadastrar o currículo pela internet (Imagem: Pixabay)
O CIEE (Centro de Integração Emprego-Escola) abriu 351 vagas nas modalidades de estágio e menor aprendiz, em Ribeirão Preto e Franca.  

As oportunidades são para diversas áreas de atuação e os interessados já podem cadastrar o currículo no site.

Para a função de aprendiz, é necessário ter entre 14 e 24 anos incompletos.  

Os jovens podem estar cursando ensino médio ou já ter concluído. Eles recebem salários e são registrados em regime CLT.  

Veja vagas para cada cidade:

Ribeirão Preto (25 vagas)
Cursos: administração de empresas, publicidade e propaganda, ciências contábeis e ensino médio;

Franca (29 vagas)*
Cursos: letras, administração, publicidade e propaganda, engenharia civil, pedagogia, educação física, técnico em contabilidade, técnico em administração, logística e farmácia 

*Especificamente em Franca, os candidatos devem ser maiores de 18 anos, com ensino médio completo; 

***

Já para os estagiários, a exigência é que o estudante tenha a partir de 16 anos e não há limite de idade. Neste caso, eles recebem bolsa-auxílio.  

Veja oportunidades disponíveis para cada município:

Ribeirão Preto (190 vagas)
Cursos: administração de empresas, publicidade e propaganda, ciências contábeis e ensino médio;

Franca (107 vagas)
Cursos: letras, administração, publicidade e propaganda, engenharia civil, pedagogia, educação física, técnico em contabilidade, técnico em administração, logística e farmácia;

De acordo com Carla Tozzi Machado, supervisora do CIEE em Ribeirão Preto, o estudante deve ficar atento após registrar o currículo.

"É necessário que o estudante fique atento ao contato do CIEE, por meio do telefone, SMS ou e-mail. Nós vamos fazer uma triagem dos estudantes que moram perto dessas empresas. A entrevista, quem faz, é o proprietário da empresa", explicou Machado.

Ainda conforme a supervisora, não é possível informar os valores do salário da bolsa auxílio, já que a remuneração varia de acordo com as horas trabalhadas e complexidade da atividade. 

Mais notícias


Publicidade