Aguarde...

ACidadeON

Voltar

Economia

Quem paga aluguel pode ser beneficiado pela crise econômica

Queda de valor e maior poder de negociação são aliados, mas é preciso avaliar bem o cenário

| ACidade ON

Milena Aurea / A Cidade
O jornalista Alisson Santos, que mora com a namorada, fez as contas e trocou o apartamento por uma casa, com economia no aluguel mensal (foto: Milena Aurea / A Cidade)

 

A crise econômica vivida pelo país nos últimos meses tem feito com que muitos proprietários de imóveis alugados proponham uma redução no valor cobrado visando a manutenção do inquilino na propriedade.
Essa queda no valor deve-se ao fato de o índice de correção nos contratos de locação estar, na maioria das vezes, atrelado à taxa apontada pelo IGP-M (Índice Geral de Preços do Mercado) que, no momento, encontra-se em 11,56%, se considerarmos o acumulado dos últimos 12 meses.

Levando em consideração esse cenário, o jornalista Alisson Santos, 21, decidiu, junto à namorada, que mora com ele, procurar outra residência, onde o valor do aluguel pudesse se encaixar na realidade que o casal vive. “Já queríamos sair do apartamento onde estávamos para uma casa, mas concretizamos a ideia em janeiro deste ano, quando fiquei desempregado. A partir daí, optamos em conjunto por cortar alguns gastos e, fazendo as contas, vimos que era hora de procurar algo mais de acordo com nossas possibilidades. Depois de uma longa procura, há duas semanas encontramos o lugar certo, e agora conseguimos economizar cerca de R$ 150 mensais para o caso de uma emergência”, conta.

Cautela

Porém, para o especialista em finanças Rafael Mendonça, antes desse tipo de mudança, a cautela é sempre importante. “O ideal é que, antes de realizar a substituição de moradia, a família faça um estudo minucioso de todos os gastos e possíveis benefícios que a troca de endereço trará”, alerta.
Por esses e outros motivos, de acordo com a economista Leny Paschoal, sempre é bom investir uma quantia em algo próprio. “É claro que é bom ter um imóvel que seja seu, mas vale ressaltar que o valor investido nisso varia de acordo com a pessoa – o que se recomenda é não injetar mais de 30% da renda”, orienta.

Arte / A Cidade

Atenção dos dois lados

Segundo Sérgio Rossi Fortes Guimarães, gerente de locação de uma imobiliária de Ribeirão Preto, o proprietário de um imóvel tem condições de tomar providências para não perder o inquilino. “O locador deve estar atento aos atuais valores de aluguel de propriedades semelhantes à sua para que, em caso de aumento da oferta e também em situações econômicas desfavoráveis, ele possa manter o cliente no imóvel, mesmo com um aluguel de valor inferior, caso haja solicitação de quebra de contrato”, diz.

Por outro lado, Guimarães ressalta que o inquilino também tem meios para descobrir se está pagando um aluguel muito caro. “Basta fazer uma pesquisa de preços, tanto com os imóveis semelhantes aos que mora que estejam alugados, quanto com os disponíveis para locação”, explica.

Análise - Vistoria evita problemas

É imprescindível que, antes de tomar posse do imóvel, o locatário assine uma vistoria de entrada e saída, para que o mesmo seja devolvido da forma como lhe foi entregue, assim evitando problemas. Vencido o contrato de locação, o prazo passa a vigorar por tempo indeterminado, bastando uma notificação com 30 dias de antecedência para sua desocupação. O locatário poderá se valer apenas de um tipo de garantia da locação. São elas: fiança (a mais utilizada), caução (geralmente o valor equivalente a três aluguéis), e seguro-fiança (onde uma seguradora assume o débito em caso de inadimplência). Carlos de Moura, Advogado.

 

Você pode ajudar o jornalismo sério

A missão do ACidade ON é fazer um jornalismo de qualidade e credibilidade. Levar informação confiável e relevante, ajudar a esclarecer e entender os fatos, sempre na busca de transformação. E o seu apoio é fundamental. Ajude-nos nessa missão para construir uma sociedade mais crítica e bem informada.

Apoie o bom jornalismo.

Já é assinante? Faça seu login.

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso. Para mais informações, consulte nosso TERMO DE USO"

Cadastrados

Nome (obrigatório)
Email (obrigatório)
Comentário (obrigatório)
0 comentários

Mais do ACidade ON