Confira tudo sobre o saque do FGTS inativo

Trabalhadores nascidos em janeiro e fevereiro podem receber o saldo a partir de sexta-feira até o dia 31 de julho

    • ACidadeON/Ribeirao
    • Gabriela Virdes

Pixabay

O prazo para saque das contas inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) tem início nesta sexta-feira, dia 10, para os trabalhadores nascidos em janeiro e fevereiro. Aqueles que se enquadram nas regras definidas pelo governo poderão sacar o valor depositado nessas contas até 31 de julho.

“Não é preciso correria. O trabalhador pode ficar tranquilo, pois terá tempo suficiente para o saque”, afirma Demerval Prado Junior, superintendente regional da Caixa Econômica Federal.

Segundo a Caixa Econômica Federal, esse primeiro lote compreenderá 16% do total de mais de 30,2 milhões de trabalhadores com direito a fazer a retirada.

Na região de Ribeirão Preto, que engloba 57 municípios, cerca de 570 mil trabalhadores terão direito ao saque das contas inativas, com estimativa de saldo disponível de aproximadamente R$ 1,1 bilhão.

Podem sacar o saldo das contas inativas do FGTS os trabalhadores com carteira assinada que, em um ou mais contratos de trabalho, pediram demissão ou foram demitidos por justa causa até 31 de dezembro de 2015.

Porém, nesta reta final, muitas pessoas ainda têm questões sobre os direitos e como efetuar o saque. Por isso, o A Cidade traz dez dúvidas dos contribuintes e os caminhos para ter acesso a este dinheiro. 

Dica é usar dinheiro para quitar dívida ou comprar imóvel

Outra dúvida comum entre os contribuintes é se vale mesmo a pena sacar o valor acumulado no FGTS. Segundo o consultor financeiro Dori Boucault, a resposta é sim, pois o rendimento do FGTS é muito baixo.

Para ele, a melhor aplicação do valor é na quitação de dívidas. “Principalmente, aquelas com altas taxas de juros, como cartão de crédito e cheque especial.” Porém, para os trabalhadores que não possuem pendências financeiras, Boucault indica a aplicação do dinheiro em algum investimento mais rentável.

“Essa escolha dependerá do perfil do investidor e do prazo que poderá esperar para resgate.” Para aqueles que não possuem casa própria, o consultor diz que dar entrada na compra de um imóvel pode ser uma boa opção. “O que o contribuinte precisa mesmo é fugir do consumismo e dos gastos por impulso.”

Confira o calendário e não perca a data

 Conforme cronograma de saque definido pela Caixa Econômica Federal, os trabalhadores com contas inativas do FGTS e que fazem aniversário nos meses de janeiro e fevereiro poderão efetuar o saque a partir desta sexta-feira, dia 10.

O mês de abril terá o maior volume de pagamentos (26%) a partir de 10 de abril, para os que fazem aniversário em março, abril e maio. 

Em 12 de maio inicia o prazo para saque dos nascidos junho, julho e agosto. Segundo a Caixa, o período compreende 25% das pessoas com direito ao benefício. 

Este é o mesmo percentual dos que poderão fazer o saque a partir de 16 de junho, já que nasceram nos meses de setembro, outubro e novembro. Os trabalhadores aniversariantes de dezembro (8%) poderão efetuar o saque de 14 de julho até 31 de julho, prazo final para a retirada.

Caminho para o saque do saldo das contas inativas

1 - O que é uma conta inativa do FGTS? São as contas do FGTS que não recebem mais depósito do empregador porque o trabalhador saiu do emprego. Agora, o governo abriu uma exceção e liberou o saldo desta conta.

2 - As outras opções de saque mudaram com a publicação da Medida Provisória 763/16? Não. As demais regras de saque do FGTS ficam mantidas. Assim, aqueles trabalhadores que foram demitidos sem justa causa ou já aposentados, por exemplo, e ainda tenham saldo em sua conta vinculada, têm direito ao saque e poderão realizá-lo a qualquer tempo.

3 - Há limite de valor para saque? Não há limite. O trabalhador poderá sacar todo o dinheiro que tem acumulado em contas do FGTS relacionadas a contratos de trabalho que tenham sido rescindidos até o dia 31 de dezembro de 2015.

4 - Posso sacar o dinheiro pelo caixa eletrônico? Sim. Os beneficiários terão quatro opções para saque. Os correntistas da Caixa poderão autorizar o recebimento do crédito em conta. Pelo caixa eletrônico será possível através do Cartão Cidadão, desde que o valor não ultrapasse R$ 3 mil. Este também é o limite para retirada em lotéricas e correspondentes Caixa Aqui, com a apresentação do Cartão Cidadão, a senha e um documento de identificação. Por fim, o cidadão pode retirar o dinheiro diretamente nas agências bancárias.

5 - Posso efetuar o saque em qualquer lugar do Brasil? Segundo a Caixa Econômica Federal, o contribuinte que for direcionado para realizar o saque nos canais parceiros ou nas agências Caixa poderá realizar em qualquer localidade do território nacional.

6 - Vale a pena sacar o valor acumulado no fundo? Segundo especialistas, sim, já que a rentabilidade do FGTS é baixa em comparação a outros investimentos conservadores, como a poupança.

7 - O que fazer se os depósitos mensais não tenham sido feitos pelo empregador? Uma saída é entrar em contato com a empresa e tentar regularizar a situação. Caso não haja acordo, o trabalhador pode denunciar a empresa junto ao Ministério do Trabalho, por meio das Superintendências Regionais do Trabalho. Mas, se a empresa não mais existir, o colaborador pode ingressar com uma ação trabalhista junto à Justiça do Trabalho e requerer o pagamento do FGTS devido.

8 - Dependentes podem sacar contas inativas do FGTS de trabalhadores que já morreram? Sim. Nesse caso, para ter acesso aos valores, é necessário apresentar a carteira de trabalho do titular da conta e a identidade do sacador. Entre as pessoas que têm legitimidade sobre os bens do trabalhador que morreu estão o cônjuge ou os herdeiros.

9 - Cidadãos acamados ou com problema de locomoção podem pedir resgate por procuração? Sim. E, para realizar o saque, o representante deverá apresentar a procuração; o atestado médico ou laudo pericial, que justifique grave doença ou impossibilidade de locomoção do titular; além da carteira de trabalho, rescisão de trabalho, número de inscrição no PIS/PASEP e RG do beneficiário. Já no caso do responsável pelo titular é necessário portar o documento de identidade.

10 - Tenho mais de 70 anos, preciso esperar o calendário para retirar o dinheiro das contas inativas do FGTS? Pessoas com 70 anos de idade ou mais não precisam esperar o calendário para retirar o dinheiro das contas inativas. A autorização nessa faixa etária vale também para as contas ativas e faz parte das regras para saque do FGTS, como aposentadoria, compra da casa própria, doença grave e demissão sem justa causa.

Fonte: Caixa Econômica Federal / A Cidade
 


1 Comentário(s)

Comentário

António Paulo Ivo lopes

Publicado:

Bom dia eu perdi demissão agora em janeiro eu tenho direito de sacar FGTS