Na contramão nacional, Ribeirão Preto fecha 312 postos de trabalho

Setores que contribuíram para a retração do emprego foram os da indústria de transformação, construção civil e serviços

    • ACidadeON/Ribeirao
    • Gabriela Virdes

Milena Aurea / A Cidade

 

Após dois meses de saldo positivos na criação de empregos, Ribeirão Preto fechou 312 postos de trabalho em junho deste ano, sendo 6.884 admissões contra 7.196 desligamentos, segundo os números divulgados hoje pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged).

O resultado coloca a cidade na contramão do País, que fechou o mês passado com a criação de 9.821 novos postos de trabalho.

Os setores que contribuíram para a retração do emprego foram os da indústria de transformação (-185), construção civil (-148) e serviços (-105).

Já as contratações se concentraram, principalmente, no setor do comércio, com a abertura de 108 novas vagas. O setor de serviços industriais de utilidade pública também gerou 20 postos de trabalho.

No acumulado do ano, Ribeirão está com saldo positivo de 125 vagas de empregos, sendo 43.999 admissões contra 43.874 demissões.


0 Comentário(s)

Seja o primeiro a comentar.