Comércio comemora chegada do Dia das Bruxas

Halloween, festejado no dia 31 de outubro, já é a segunda melhor data para as lojas de fantasias e acessórios

    • ACidadeON/Ribeirao
    • Gabriela Virdes
Milena Aurea / A Cidade
Lojas de fantasias oferecem tudo para quem quer comemorar o Halloween com estilo (Foto: Milena Aurea / A Cidade)

 

Enquanto para muitos, o Dia das Bruxas - comemorado em 31 de outubro - é assustador, para o varejo é uma data a ser celebrada por impulsionar as vendas em, pelo menos, 15%.

“Hoje, o Halloween já é a segunda melhor data comemorativa para as lojas de fantasia e utilidades decorativas, perdendo apenas para as festas juninas”, afirma Marcelo Partata, proprietário da loja Fantasia.

Tanto é que, segundo ele, o Dia das Bruxas já ultrapassou o Carnaval em vendas. “Infelizmente. Digo isso, pois o Halloween não é uma tradição nossa e, sim, norte-americana. Diferente do Carnaval, que faz parte da nossa cultura”, diz. “Mas, em termos de vendas, comemoro demais a data”, frisa.

O presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Ribeirão Preto (Sincovarp), Paulo César Garcia Lopes, reforça que o Dia das Bruxas traz bastante movimentação para o comércio varejista de Ribeirão Preto e já entrou no calendário de comemorações de escolas, condomínios e famílias.

“A cada ano a festa de origem americana ganha mais espaço em nossa cultura e movimenta a economia”, frisa Lopes, que lista os setores que mais investem na data: “Vestuário, com as tradicionais roupas pretas, capas, botas, etc; armarinhos, com acessórios, fantasias e decoração; e alimentação, com os doces e comidas.”

Expectativa

Na loja de Partata, os produtos de Halloween estão por toda parte e prometem agradar a todos os gostos e bolsos. “Temos produto de R$ 1, como o nariz de bruxa, até R$ 200, como bonecos eletrônicos de decoração”, cita. “Assim, com no máximo R$ 50, a pessoa sai devidamente caracterizada da loja”, reforça.

Por isso, a expectativa com relação às vendas é otimista. “Esperamos um aumento no faturamento de, no mínimo, 15% com relação ao ano passado. É muito positivo”, garante.

Sueli Lopes, gerente da Doce & Festa Distribuidora, concorda: “É uma data boa, que traz bastante movimento para a loja e aumento das vendas, principalmente no setor de decoração, balas e doces”, finaliza.

Compras antecipadas

Com a aproximação do Halloween, cresce a movimentação na procura pelos produtos voltados à data. “Os consumidores já estão pesquisando preços e, alguns, antecipando a compra”, afirma Sueli. “Além disso, muitos aproveitam a proximidade com a data para realizarem festas de aniversário com o tema Halloween”, reforça.

Por isso, Partata reforça a importância de não deixar as compras para a última hora. “A dica para o consumidor é antecipar as compras para garantir os produtos que deseja. Isso porque, dificilmente há reposição de produtos, somente o que o lojista possui em estoque”, diz. No Dia das Bruxas, os produtos mais vendidos são os de decoração de ambiente, fantasias e acessórios, como capa, chapéu de bruxa, dentadura de vampiro, máscaras, teia de aranha, placas, lápides, aranhas e abóboras.

Lojistas devem inovar

O presidente do Sincovarp afirma que a entidade está otimista com a data, já que o mês de julho já trouxe um número positivo nas vendas do varejo. “A retomada da economia também ajuda, pois as famílias estão voltando a comprar, mesmo que de maneira tímida”, diz. “Para o Halloween, as pessoas gastam pouco, pois muitas improvisam fantasias ou utilizam a mesma do ano anterior, mas sempre buscam novidades. Isso é fato”, completa.

Por isso, nestes momentos de retomada econômica, Lopes diz que é preciso inovar. “Os empresários devem sempre pensar em inovação e apostar em novas datas, promoções, ações de marketing, novos mercados e diferentes serviços para alavancar os negócios”, conclui.

Origem do Halloween

Halloween vem de “All hallow’s eve”, que quer dizer “véspera de todos os santos” – lembrando que o Dia de Todos os Santos é comemorado em 1º de novembro.

A tradição teria começado com os celtas, que temiam que os espíritos saíssem dos cemitérios para ocupar os corpos dos vivos no último dia do verão e, por isso, colocavam caveiras, ossos e outros objetos assustadores nas portas das casas para afastar os fantasmas.

Variação de preços dos principais itens para o Dia das Bruxas

Capas:
R$ 8 a R$ 25
Chapéu de bruxa:
R$ 5 a R$ 15
Dentadura de vampiro:
R$ 2 a R$ 3,50
Máscaras:
R$ 3,80 a R$ 25
Teia de aranha:
R$ 2 a R$ 25
lápide:
R$ 10
abóbora:
R$ 4 a R$ 25
aranhas/morcegos:
R$ 3 a R$ 10
asas:
R$ 19,50 a R$ 35


0 Comentário(s)

Seja o primeiro a comentar.