ACidadeON Ribeirão Preto

Ribeirão Preto
mín. 20ºC máx. 36ºC

Esportes

Ribeirão-pretano com passaporte carimbado ao mundial

Triatleta de Ribeirão chega em 3º no Ironman 70.3 Maceió, no domingo (5), e garantiu passagem para Mundial, em 2019, na França

| ACidadeON/Ribeirao

 

Superação: Rafael Falsarella encarou o forte calor de Maceió para chegar em 3º lugar (foto: Foco Radical / divulgação)
 
Esta reportagem tem a garantia de apuração ACidade ON.  
Diga não às fake news!


Comemorando 10 anos de triatlo, o ribeirão-pretano Rafael Falsarella, 36, da Equipe São Francisco Saúde/Santa Emília/Passaredo/BC ciclismo/AOO energia/ Espaço Fit, demonstra a cada competição que está atingindo o ápice no esporte.  

O último resultado de destaque veio com a terceira colocação, na categoria masculina com atletas entre 35 e 39 anos, obtida no Ironman 70.3 Maceió, ocorrido no último domingo (5), na praia de Pajuçara, na capital alagoana. Falsarella também foi o quarto colocado na classificação geral dentre os 1.500 triatletas, de 14 países, que participaram da prova.  

"Essa prova reuniu os melhores atletas amadores e foi uma prova de alto nível. Fiquei muito feliz por ter chegado entre os cinco primeiros colocados no geral e foi uma prova dura, por Maceió ser uma cidade muito quente", afirmou Falsarella, que de quebra ainda levou como prêmio uma vaga para participar pela quinta vez do Mundial da categoria, que ocorre no ano que vem, em Nice, na França.  

"As primeiras três participações minhas no Mundial foram mais para conhecimento e aprender como funciona o campeonato. Já na última edição, no ano passado, nos Estados Unidos, consegui ficar em 7º na minha categoria. Foi a minha melhor colocação, quase belisquei um pódio e foi um salto muito grande", disse o triatleta, que tem como objetivo alcançar o top 5 no Mundial.

Recorde  

Falsarella ainda registrou o melhor tempo da carreira em provas de 70.3 milhas ao cravar 4h05m12s. "O tempo total da prova foi um recorde para mim. Anteriormente, minha melhor marca havia sido 4h10 e a diferença foi obtida por causa do meu bom desempenho no ciclismo, em que consegui baixar meu tempo para minha melhor marca na distância, com 2h7m43s", afirmou.  

Para se dar bem no Mundial, Falsarella já sabe o que precisa. "Tenho que chegar na casa das 4 horas para chegar entre os cinco primeiros. A prova na França terá muita subida e elevações", disse. 

Calendário de provas de 2018

A temporada 2018 ainda reserva outras importantes competições no calendário do triatleta de Ribeirão Preto. Rafael Falsarella participará da 3ª etapa do Ironman 70.3, no Rio de Janeiro, em 30 de setembro, e depois partirá para o Havaí para encarar um desafio inédito na carreira: o Mundial de Triathlon X-Terra.  

Ao invés do asfalto, por exemplo, as provas são executadas em terrenos irregulares e em meio a matas fechadas. "Nunca participei desse tipo de prova em âmbito mundial, então quero primeiro sentir o nível dos competidores e procurar sempre fazer o meu melhor. Quero conhecer o que vou ter pela frente para participar, sempre pensando em voltar mais vezes e em uma outra oportunidade estar cada vez mais forte para conseguir grandes resultados", afirmou o triatleta.

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Facebook