Aguarde...

Esportes

Comercial: Diretor detalha dívida que fez Joia ir a novo leilão

Estádio Palma Travassos está à venda por R$ 44,1 mi; Clube espera regularizar laudo técnico para sediar jogos em Ribeirão Preto

| ACidadeON/Ribeirao

O Estádio Palma Travassos, em Ribeirão Preto, visto das arquibancadas (Foto: Weber Sian / ACidade ON)
 
O Estádio Palma Travassos, casa do Comercial de Ribeirão Preto, voltou a ser leiloado pela 4ª vez desde 2017. A decisão, tomada pela Justiça, acontece por conta de uma dívida do clube com a Caixa Econômica Federal.

De acordo com o diretor jurídico David Isaac, o total do montante devido pelo Leão do Norte gira em torno de R$ 23 milhões.

"Uma dívida tem diversas rubricas, como as partes fiscal, cível e trabalhista. Neste todo, nós devemos aproximadamente R$ 23 mi. Deste todo, com a Caixa e com o INSS, o valor é de cerca de R$ 8 mi. Já os processos que estão indo a leilão alcançam o valor de R$ 4 mi", afirmou o dirigente.

Devido à pandemia, o leilão acontecerá pela internet a partir da próxima quarta-feira (24). Inicialmente, a Joia está à venda por R$ 44,1 milhões. O valor, contudo, pode abaixar para aproximadamente R$ 22 milhões se o estádio não for arrematado de início.

Por causa do tombamento histórico do local, Isaac está confiante na não venda do estádio.

"A experiência nos mostra que é difícil arrematarem, porque se tiver algum contratante, nós vamos discutir isso até o Supremo Tribunal Federal. Iremos ficar na posse do bem, discutindo valores. Há também a questão que envolve um patrimônio de Ribeirão, mas nós não podemos descartar nenhuma possibilidade. A expectativa é a de que, assim como nas outras vezes, não haja nenhum interessado", declarou o diretor jurídico.
 

Outro problema

Neste momento, o Comercial está impedido de realizar jogos no Estádio Palma Travassos pela falta do AVCB (Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros). Segundo a assessoria de comunicação da equipe, foi exigido que o clube reforçasse a pintura da sinalização de uma arquibancada e fizesse ajustes no setor de bancos do camarote.

A previsão é de que os reparos sejam concluídos até o fim deste mês, quando uma nova vistoria deverá ser feita. Neste ínterim, o Leão do Norte segue com a preparação para a estreia na Série A3 do Campeonato Paulista, no dia 6 de março, contra o Primavera, em Indaiatuba.   

A primeira partida em casa está agendada para o próximo dia 10, diante do Olímpia.


Mais notícias



Mais notícias do ACidade ON