Atletas de Ribeirão Preto participam do 'Brasileirão' de CrossFit

Atletas de Ribeirão Preto estão preparados para representar a cidade no 'Brasileirão' de CrossFit em Valinhos

    • ACidadeON/Ribeirao
    • Correa Jr
Matheus Urenha / A Cidade
Evandro Barbosa, Marco Antônio Mingossi, Marilia Ferreira e Paulo Belém garantiram vaga no campeonato mais tradicional de condicionamento físico do país (foto: Matheus Urenha / A Cidade)
 
 
O “Brasileirão” do CrossFit está chegando. E Ribeirão Preto não ficará fora da disputa. Aliás, pelo contrário. A cidade terá quatro representantes em uma das mais tradicionais competições da modalidade no País. Evandro Barbosa, Marco Antônio Mingossi, Marilia Ferreira e Paulo Belém (CrossFit Ribeirão) estarão, entre os dias 24 e 27 de agosto, no TCB (Torneio CrossFit Brasil), ao lado os melhores atletas de todas as regiões do Brasil.

O certame, cuja cidade-sede em 2017 é Valinhos, é separado em quatro categorias individuais: Elite, Master 38-44, Master 45+ e Teen - tanto masculino, quanto feminino. Para chegar ao TCB, todos passaram por seletivas regionais.

Marília, 39 anos, se classificou em primeiro lugar na categoria Master 38-44 e disputa o título com outras 12 competidoras. A atleta, que também é personal trainer, conta que a preparação é intensa. “São duas sessões de treino por dia, durante toda a semana. Além disso, preciso conciliar a rotina pesada com a vida profissional. O descanso, que é tão importante quanto o treinamento, acaba ficando de lado. Mas estou me dedicando e vou brigar pelo pódio”, destaca. Marco Mingossi, 45 anos, também chega ao Nacional como campeão da seletiva.

Assim como Marília, ele enfrentará 12 concorrentes, mas pela categoria Master 45+. Ele se dedica ao CrossFit há três anos e é um dos favoritos.

“Os treinos são diários e duram, em média, duas horas. Serão quatro dias de competição com muitas provas desafiadoras. Podem esperar de mim muito suor, dedicação e superação”, garante.

Já Evandro Barbosa, 28 anos, tem desafio um pouco maior. Em sua quarta participação no torneio, ele precisará superar 60 oponentes pela Elite. “Ao longo destes quatro anos, venho melhorando. A preparação tem sido árdua e a expectativa é que eu termine esta edição entre os cinco melhores”, prevê.

Paulo Belém, 29 anos, pratica a modalidade há pouco mais de dois anos e também compete na Elite.
“Neste ano, intensifiquei meus treinos, fui para a seletiva mais focado e o resultado foi melhor que o esperado: conquistei o 5º lugar no regional e o 34º no ranking geral, garantindo ditar que, com foco e dedicação, tudo é possível”, celebra.  


0 Comentário(s)

Seja o primeiro a comentar.