ACidadeON Ribeirão Preto

Ribeirão Preto
mín. 20ºC máx. 36ºC

Esportes

Comercial passa por reconstrução aos 106 anos

Sob nova direção, Leão do Norte completa mais um ano de existência com a meta de resgatar o prestígio de outros tempos

| ACidadeON/Ribeirao

Matheus Urenha / A Cidade
Ademir Chiari é o novo presidente do Comercial; veja mais fotos na galeria (foto: Matheus Urenha / A Cidade)

 

Em meio a maior crise de sua gloriosa história, o Comercial chega aos 106 anos com uma missão que dura alguns anos: o desejo de se reerguer. Nesta temporada, por exemplo, o Leão do Norte, amargou o maior vexame desde a sua fundação: o rebaixamento para a segunda divisão, equivalente à quarta e última série do futebol estadual.

Na véspera do aniversário de 106 anos, os conselheiros do Leão elegeram o empresário Ademir Chiari, de 63 anos, como novo presidente da instituição. Candidato único, Chiari foi aclamado no estádio Palma Travassos e terá o desafio de resgatar o orgulho ferido dos comercialinos.

VEJA FOTOS 

O novo presidente prega a “união” no clube como algo essencial, promete trabalhar por isso para, a curto prazo, trazer ainda mais apoiadores para dentro do clube.

“O Comercial precisa de união. Sem união não se toca o clube. Vamos pensar no clube, não em nomes”, disse Chiari.

De início, ele já adota um discurso de progresso, prometendo alçar voos mais altos com o Alvinegro. “O objetivo é levar [o Comercial] à divisão que ele merece. É o que tentaremos daqui para frente”, afirmou Chiari.

O empresário passa a ocupar o lugar de Brenno Spinelli. Assim como Chiari, que ficará no comando do Leão no triênio 2018/2019/2020,foram aclamados como vices Adriano Soares, David Isaac, Jorge Rodini, Luiz Otávio Sorrini e Jacques Bartolomeu.

Grupo de apoio

O novo presidente do Leão vai contar com o apoio de um grupo de 12 comercialinos, que prometeu investimento mensal no departamento de futebol. Chiari já planeja o futuro do time, principalmente na Segunda Divisão do Paulista, visando o acesso.

“Nós vamos tocar o clube assim mesmo. E também continuo pedindo apoio a esse grupo, será de extrema importância. Temos que olhar o Comercial, não as pessoas. Quero que o Comercial volte a ser grande”, declarou o empresário, que exerceu o cargo de vice-presidente durante a gestão de Spinelli.
 

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Cadastrados

Nome (obrigatório)
Email (obrigatório)
Comentário (obrigatório)
2 comentários
  • Francisco
    13/10/2017 10:08:55
    Será que ninguém comenta? Ou será que é tudo censurado? Bem, deve ser censurado, pois eu comentei e não foi publicado, não sei o motivo, pois apenas fiz um questionamento e aguardava respostas. Bem... vamos lá outra vez. Se tem alguém na redação que sabe fazer contas, me responda, nem que seja em pvt, no meu e-mail: Como um time (ou seja lá o que for), nasce em 1912 e morre em 1936 = 24 anos. Ressurge a partir de outro time, cujo nome foi alterado, em 1954 e até 2017 = 63 anos. Se entenderem que é o mesmo, este time teria 24 + 63 = 87 anos. Então, de onde tiraram os 106? É só isso que eu quero saber. A história não pode ser apagada, mesmo que interesses façam de tudo para nega-la.
  • Leonardo
    10/10/2017 08:58:35
    Alguém poderia me explicar as contas que fizeram para chegar a 106? Na matemática não fecha, vejamos: De 1912 á 1936 são 24 anos e o nome era Commercial Football Club, que encerrou as atividades De 1954 á 2017 são 63 anos e o nome é Comercial Futebol Clube Se considerar que os dois clubes são o mesmo (só que não) eles teriam na soma 87 anos e não 106 Mas na realidade o CFC tem apenas 63 anos, pois foi fundado a partir da extinção do Paineiras A história não pode ser apagada com inverdades divulgadas pela imprensa Seja realista e diga NÃO aos 106 ANOS DE MENTIRAS

Veja também