ACidadeON Ribeirão Preto

Ribeirão Preto
mín. 20ºC máx. 36ºC

esportes

Promessa para o Tricolor de Ribeirão Preto subir de patamar

Adalberto Baptista quer colocar Botafogo entre os 30 principais clubes do Brasil em sete anos com projetos da S/A

| ACidadeON/Ribeirao

Adalberto Baptista,empresário e um dos investidores do Botafogo S/A (foto: Matheus Urenha / A Cidade)
 
Esta reportagem tem a garantia de apuração ACidade ON.  
Diga não às fake news!


Apresentado como um modelo de negócio inovador, o projeto que passará a administração do futebol do Botafogo para uma S/A (Sociedade Anônima) teve Estatuto aprovado pelo Conselho Deliberativo do clube na última segunda-feira (14) e terá a missão de elevar o patamar do Tricolor no prazo de até sete anos.  

"Queremos posicionar o Botafogo entre os 30 maiores clubes do Brasil. Ele vai continuar sendo um time de Primeira Divisão de Paulista, mas queremos colocá-lo na Série B e visitando também a Série A. Mas isso não é para agora. Nosso trabalho é preparar o Botafogo e a sua infraestrutura, trazer empresas do porte que o Botafogo merece para estar associado a ele e fazer do Estádio Santa Cruz uma fonte de receita", afirmou o empresário Adalberto Baptista, dono da Trex Holding, que entrará como sócia do Botafogo.  

"Queremos ter todos os projeto plenamente em funcionamento em 2025. Pode ser que esse prazo seja abreviado no caso dos resultados em campo serem favoráveis e tivermos incremento de receitas, mas o planejamento seguirá sendo executado com ou sem o acesso este ano. Vamos fazer projetos grandes e ambiciosos", disse Baptista.

Modernização  

O empresário adiantou que a primeira ação do Botafogo S/A será a modernização de ¼ do estádio, na área conhecida como "churrasqueira". Estão sendo estudados projetos para construção de camarotes corporativos, restaurantes, entre outros espaços. Outro plano será readequar o terreno anexo ao estádio, onde funciona a Escola de Futebol, para se tornar um centro de treinamento. Porém, a área foi cedida em comodato pela Prefeitura ao Botafogo.  

"Houve conversa preliminar com o prefeito (Duarte Nogueira) para estudar o que fazer com o terreno. São ideias para mudar até o patamar da cidade de Ribeirão Preto depois que o Botafogo atingir tudo o que estamos pretendendo para o clube", revelou Baptista. 

Estruturação da S/A 

O Botafogo S/A será criado com capital social de R$ 20 milhões para cuidar da administração do futebol. O Botafogo Futebol Clube será sócio majoritário, com 60%, já que aportou neste negócio o valor da marca do clube, avaliada em R$ 12 milhões. Os demais R$ 8 milhões virão da Trex Holding, de Adalberto Baptista, que serão aportados de acordo com as necessidades do clube.  

No dia 28, será realizada nova reunião do Conselho Deliberativo, na qual serão eleitos três membros ligados ao Botafogo para integrarem o Conselho de Administração da S/A. A reportagem apurou que os nomes indicados serão dos ex-presidentes Miguel Mauad, Luiz Pereira e Rogério Barizza.  

Porém, o conselheiro Daniel Pitta Marques, que tem formação na área de gestão desportiva, também deverá se candidatar. Do lado dos investidores, eles também terão direito a indicar dois nomes e um deles será Gustavo Vieira, filho de Sócrates, que já atuou no futebol de São Paulo e Santos. Outros dois conselheiros independentes ainda serão contratados.  

O retorno financeiro aos investidores será garantido após um ano de exercício da empresa. Se houver lucro líquido, cada parte terá direito de retirar 25% correspondente, e o restante deverá ser reinvestido na própria S/A. 

"A primeira opção era adquirir uma equipe em Portugal, mas acabou não dando certo e nesse meio tempo surgiu o Botafogo. Fui assediado por clubes do interior, mas no Botafogo vi aplicação grande dos gestores." (Adalberto Baptista
Empresário e um dos investidores do Botafogo S/A) 

Curtas do Pantera  

O Botafogo recebe o Joinville-SC neste domingo (20), às 16h, no Estádio Santa Cruz. Os ingressos para a partida já estão à venda exclusivamente no estádio botafoguense.  

Uma entrada na arquibancada coberta custa R$ 60 (R$ 30 a meia) e na descoberta o valor é de R$ 40 (R$ 20 a meia). Torcedores do Botafogo pagam meia entrada.

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Cadastrados

Nome (obrigatório)
Email (obrigatório)
Comentário (obrigatório)
0 comentários

Veja também