Aguarde...

ACidadeON Ribeirão Preto

Ribeirão Preto
mín. 20ºC máx. 36ºC

esportes

Em jogo polêmico, Comercial empata com Flamengo-SP e avança

Michel Renner fez o gol do empate, em 1 a 1, contra o time de Guarulhos que garantiu a classificação do Leão do Norte às semifinais

| ACidadeON

Lineker comemora a classificação emocionante do Comercial (Foto: Renato Lopes / Especial)
 

Não faltaram emoção e polêmicas no duelo entre Comercial e Flamengo-SP, na tarde deste sábado (29), no Estádio Palma Travassos, que valeu a classificação do Leão do Norte às semifinais do Campeonato Paulista da Segunda Divisão. O jogo terminou empatado em 1 a 1, com o gol comercialino anotado por Michel Renner em um lance que causou muita confusão. Inicialmente, o árbitro Salim Fende Chavez validou o gol, mas o assistente Leandro Matos Feitosa viu irregularidade no lance, que chegou a ser impugnado. Depois de muita confusão, o árbitro validou o gol.

Na etapa inicial, o Flamengo-SP já havia ficado na bronca com a arbitragem após ter sido marcado pênalti em Zé Gatinha, mas o assistente Diogo Correia dos Santos chamou o árbitro, afirmou que não houve falta no lance e a penalidade foi desmarcada.

O Leão do Norte avançou como o 2º colocado, com 8 pontos. A Francana, que empatou com o São José, em 1 a 1, em Franca, também chegou aos 8 pontos e teve o mesmo desempenho que o Alvinegro. Porém, por ter melhor campanha na classificação geral, o time do técnico Pinho foi quem seguiu adiante.

O Comercial, com 54 pontos no geral, tem a melhor campanha na competição e irá encarar o São José na semifinal, time que teve a 4ª melhor campanha no geral, com 48 pontos. A tabela com os jogos será divulgada pela Federação Paulista de Futebol nesta segunda-feira (1). O Leão do Norte jogará por dois resultados iguais e fará o duelo da volta no Estádio Palma Travassos.  



O jogo
O Comercial tentou pressionar o Flamengo-SP e fazer um abafa, mas encontrou um adversário que não se preocupou apenas em se defender. Os visitantes mostraram ter um contra-ataque rápido e em uma jogada dessas o time abriu o placar. Zé Gatinha iniciou a jogada, Luan fez a assistência, Ítalo ajeitou a jogada e Zé Gatinha se encarregou de fuzilar no canto, sem dar chances de defesa para Geilson.

Na base da raça e da luta no meio de campo por espaço, Zé Andrade roubou a bola na intermediária e fez o passe em profundidade para Matheus China. O camisa 10 invadiu a área, mandou uma bomba de perna esquerda e a bola passou por cima do gol.

Com 21 minutos, o técnico Pinho decidiu fazer uma alteração para tentar mudar o panorama desfavorável da partida. O lateral Júlio Oliveira foi acionado e entrou no lugar do volante Cesinha, que não gostou de ser substituído, saiu de campo esbravejando e chegou até a chutar a bandeira de escanteio. Com a entrada de Júlio Oliveira, Lineker retornou ao meio de campo.

Zé Gatinha mais uma vez infernizou a vida dos defensores comercialinos. O camisa 10 escapou em velocidade, deixou três marcadores na saudade e caiu na área. O árbitro Salim Fende Chavez teve convicção no lance e assinalou o pênalti. Segundos depois, o assistente Diogo Correia dos Santos chamou a atenção do árbitro e informou que não houve a falta na jogada. O pênalti foi anulado após a interferência do assistente.

O Flamengo-SP continuou melhor no jogo e quase marcou o segundo gol. Zé Gatinha cobrou falta na área, Vinícius Bebê cabeceou no canto e Geilson saltou para fazer grande defesa. A bola ainda resvalou na trave e na sequência a zaga afastou o perigo.

Nos acréscimos veio o melhor lance do Comercial na 1ª etapa. Júlio Oliveira fez o cruzamento e Michel Renner acertou um lindo voleio, que atingiu o travessão.

Na etapa complementar, a chuva caiu com intensidade e Pinho promoveu as duas últimas alterações a que tinha direito. Deixaram a equipe Gabriel Bispo e Zé Andrade para as entradas de Leonai e Maycon. A mexida fez o Leão do Norte acertar a marcação no meio de campo e ganhar mais força no setor ofensivo.

Aos 15 minutos, Maycon cobrou escanteio e quase marcou gol olímpico. A bola viajou, bateu no travessão e saiu pela linha lateral. Matheus China alçou a bola na área, ninguém conseguiu tocar nela e ela passou perigosamente por todos até sair pela linha de fundo.

Já aos 35 minutos veio outro lance polêmico na partida. Maycon cobrou escanteio, Gut desviou de cabeça, a bola ganhou altura e caiu em cima da linha do gol. O goleiro Matheus Santillo saiu mal do gol, a bola bateu nas costas de Michel Renner e entrou. A torcida explodiu de alegria, mas o gol foi anulado pela arbitragem. Porém, depois de nova intervenção, agora do assistente Leandro Matos Feitosa, Salim Fende Chavez voltou atrás na marcação e confirmou o gol de empate comercialino.

Os jogadores do Flamengo-SP ficaram inconformados com a decisão tomada pela arbitragem e partiram para cima do árbitro e dos assistentes. A Polícia Militar precisou ser acionada para conter os ânimos e o jogo ficou paralisado por mais de dez minutos.

Quando a bola voltou a rolar, o Comercial conseguiu segurar a pressão do time de Guarulhos e assegurou o resultado que foi suficiente para leva-lo à semifinal da Segundona.  

Arte: Gaspar Martins / A Cidade





Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Facebook

Mais do ACidade ON