Aguarde...

esportes

Após perder filho e esposa para covid, ex-Bota vence a doença

Aos 67 anos, Osmar Machado, o Osmarzinho, recebeu alta depois de 23 dias internado em Bebedouro; ele integrou elenco histórico da equipe de Ribeirão Preto

| ACidadeON/Ribeirao

Campeão da Taça Cidade São Paulo de 1977 pelo Botafogo, o ex-meia Osmar Bancks Machado, o Osmarzinho, de 67 anos, recebeu alta do Hospital Regional de Bebedouro nesta terça-feira (25), após 23 dias internado por complicações da Covid-19. (assista acima)

A esposa do ex-jogador, Donizeti Aparecida Machado, 63, e o filho Osmar Bancks Júnior, 40, não resistiram à doença e morreram nos dias 2 e 12 de maio, respectivamente. 
 
CLIQUE E LEIA OUTRAS NOTÍCIAS SOBRE A PANDEMIA EM RIBEIRÃO E REGIÃO

"No dia em que contamos que a nossa mãe havia falecido, meu pai passou por um momento delicado e precisou ser internado no Hospital Municipal Júlia Pinto Caldeira, onde ficou até o último dia 15. Nisso, ele já havia testado positivo para a covid. Depois, foi transferido para o Hospital Regional, onde teve uma boa recuperação", contou a filha Marcella Bancks.

Ainda segundo Marcella, o pai não sofre de comorbidades, mas desenvolveu um grave quadro de saúde em função da variante amazônica, constatada pela equipe médica. A cepa é considerada mais contagiosa por especialistas. 

Durante toda a internação, contudo, Osmarzinho não precisou ficar em uma UTI (Unidade de Terapia Intensiva).

"Depois de duas perdas, a gente estava com medo de sofrer mais uma. No dia em que meu pai melhorou, meu irmão acabou falecendo. A gente teve um salto de felicidade e, horas depois, isso acabou. Depois que meu pai veio a melhorar, saindo até mesmo do oxigênio, começamos a sentir uma nova felicidade. Agora, é ter paciência porque a recuperação é demorada", disse.

Além da recuperação, a família também vive a expectativa de que Osmarzinho receba a segunda dose da vacina contra a covid, o que deve ocorrer em até 30 dias.

Trajetória 

Nascido na Capital paranaense, Osmar Machado começou a carreira como jogador pelo Coritiba, no início da década de 1970.

Em 1977, chegou ao Botafogo, onde venceu a Taça Cidade de São Paulo, equivalente ao primeiro turno do Campeonato Paulista.

O elenco, que contava com jogadores como Sócrates e Zé Mario, empatou por 0 a 0 com o São Paulo, no Morumbi. 

Contudo, acabou ficando com o título na prorrogação, já que possuía a melhor campanha do torneio.

Após deixar o Pantera, Osmarzinho também passou por equipes como Londrina, São Bento e Mogi Mirim, até se aposentar no final dos anos 1980. 
 

Ex-jogador do Botafogo recebeu alta nesta terça (25), após quase um mês internado devido ao coronavírus (Imagem: Reprodução / Rede social)


Mais notícias



Mais notícias do ACidade ON