ACidadeON Ribeirão Preto

Ribeirão Preto
mín. 20ºC máx. 36ºC

esportes

Para torcedores, bar vira estádio em Ribeirão Preto

Torcedores vestem verde e amarelo e levam réplicas da taça do mundial para assistir jogo contra Sérvia

| ACidadeON/Ribeirao

Desde o início do jogo entre Brasil e Sérvia, às 15h desta quarta-feira (27), os torcedores reunidos no Empório Damasco, zona Sul da Ribeirão Preto, já acreditavam na vitória que levou a seleção às oitavas de final e, quem sabe, campeã da Copa do Mundo 2018, na Rússia.  

O que não faltava, inclusive, eram réplicas da taça do mundial entre as mesas. Túlio Almeida, de 36 anos, arriscou a vitória por 3 a 0 contra a Sérvia antes do apito inicial do juiz, mas já dizia estar preparado para comemorar ainda mais. "Estamos muito confiantes. Quanto mais gente mandando boas energias para os jogadores, melhor", afirmou. 

Este foi o primeiro jogo que o empresário assistiu na companhia dos amigos, em um bar. A escolha foi feita pelo tamanho do telão e atrações musicais, que prometem agitar o público até às 20h.  

A dupla Israel e Rodolfo deve se apresentar ao fim da partida. Mas, enquanto a bola estava em campo, os gritos e olhos das centenas de pessoas acompanharam cada passe. Haja coração.  

"Não tem como ficar parado. Mesmo quem não gosta muito de futebol fica apaixonado com o clima de Copa", destaca Alessandra Carvalho Martins, 28.  

Primeiro tempo

No primeiro gol do Brasil, aos 35 do primeiro tempo, a torcida foi ao delírio. Cada movimento de assistência de Phelippe Coutinho, até o toque de bola para Paulinho foi narrado pela multidão. 

Braços ao alto, muitos abraços e sorriso no rosto. O semblante apreensivo dos primeiros instantes de partida deu espaço para a confiança da classificação no bar. 

O palpite antecipado de Paulo Linhares, 32, estava próximo. Minutos antes dos hinos nacionais, o representante comercial arriscou a vitória por 2 a 0. "O time está preparado para trazer o hexacampeonato pra casa", ele adiantou.

Nos minutos seguintes, até o fim do primeiro tempo, a Sérvia não tinha vez. Ao encostar na bola, os gritos e vaias começavam. "É do Brasil", gritavam, em coro.  

MATÉRIA ATUALIZADA ÀS 18H

Segundo tempo  

Dos bares aos postos de combustível, a torcida não parou um minuto. A cada passe era um suspiro e, quando a bola entrou na rede novamente, então, a comemoração foi livre.  

Fernanda Cardoso, 33, soltou a voz durante o segundo gol da seleção brasileira, com cabeceada certeira do zagueiro Thiago Silva. A comerciante exclamou: "Agora só falta do Neymar". Não foi dessa vez. 

O restante da mesa, que acompanhou minuto a minuto em frente a conveniência de um posto, entre a avenida Presidente Vargas e rua Capitão Jarbas Vieira de Souza, apenas celebrava incansavelmente o primeiro pé nas oitavas de final da Copa do Mundo 2018.  

Mas, após 94 minutos de jogo e o apito final do arbitro, a emoção era certeira. A seleção brasileira está classificada para a próxima fase e já deve enfrentar o México na segunda-feira (2), às 11 horas.

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Cadastrados

Nome (obrigatório)
Email (obrigatório)
Comentário (obrigatório)
0 comentários

Veja também