ACidadeON Ribeirão Preto

Ribeirão Preto
mín. 20ºC máx. 36ºC

esportes

'O Brasil estará na final', aposta ribeirão-pretano na Rússia

Acompanhado de familiares e amigos, Cristovam Griffo Neto vai à Arena de Samara para assistir ao jogo do Brasil contra o México

| ACidadeON/Ribeirao


 Entre a torcida verde e amarela que vai colorir as arquibancadas da Arena de Samara, na Rússia, na manhã desta segunda-feira para assistir ao jogo do Brasil contra o México, pelas oitavas de final da Copa do Mundo, estará O ribeirão-pretano Cristovam Griffo Neto, engenheiro civil de 57 anos, junto com os familiares e amigos.  

Como bom brasileiro, Cristovam já vai com  o grito de vitória na garganta e fé no coração de que o time de Tite e a genialidade do atacante Neymar vão levar o Brasil adiante.  O engenheiro não tem dúvida de que o camisa 10 da seleção, vai brilhar na partida contra o México e declara: "o Brasil estará na final". Ele só não arrisca a dizer contra qual time. 

Copa sem Brasil, para Cristovam é como avião sem asa e fogueira sem brasa, ou seja, simplesmente não existe "O Brasil decora e dá vida e alegria à Copa", disse. "Onde chegam os brasileiros, todo mundo vem", afimou.  

De acordo com Cristovam, a cada dez brasileiros, existe um mexicano, dinamarquês ou um europeu. "Aqui tem uma praça iluminada, e fica lotado de brasileiros", afirmou.
 

Cristovam, acompanhado do filho, amigos e familiares, assistirá ao jogo do Brasil na Copa (Foto: Arquivo Pessoal)
Cristovam confia no que chama de esquema Tite, o que significa jogar apenas o necessário para vencer e permanecer na competição e elogia a relação do técnico com o time. "Ele tem os jogadores na mão. Tira um lateral direito e coloca outro, assim vai dando certo e tudo se encaixa", afirmou.  

Momento favorito 

De acordo com Cristovam,  um dos melhores momentos vividos na Copa da Rússia até agora foi assistir ao jogo do Brasil contra a Sérvia na última quarta-feira (27). Segundo ele, no estádio, os sérvios acreditavam em uma classificação, no jogo entre Brasil e Sérvia. "A defesa da Sérvia é muito alta e a bola estava difícil de entrar ali, mas graças a Deus, deu tudo certo", disse. ele, que assistiu à partida na arquibancada localizada atrás do gol da Sérvia.   

Cristovam acompanhou de perto outras edições da Copa do Mundo na Argentina, nos EUA e na África, em 2010. Se encantou  se apaixonou por alguns países, mas a Copa na Rússia, já fez o engenheiro mudar suas preferências. 

Para Cristovam, os EUA era o maior e mais belo país do mundo. Agora, a Rússia está prestes a tomar o lugar dos americanos no coração dele. "Está uma delicia na Rússia", disse. "Moscou é principalmente uma cidade organizada, com uma bela arquitetura", disse. "Tudo aqui funciona", afirmou feliz.

(Germano Neto com supervisão de Rita Magalhães)




Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Cadastrados

Nome (obrigatório)
Email (obrigatório)
Comentário (obrigatório)
0 comentários

Veja também