ACidadeON Ribeirão Preto

Ribeirão Preto
mín. 20ºC máx. 36ºC

esportes

Eficiência belga atravessa sonho do hexa na rússia

Bélgica surpreende o Brasil, mas não o meia ribeirão-pretano Fernando Canesin, que atua no futebol belga, e reconhece o potencial de uma geração

| ACidadeON/Ribeirao

Fim de Copa: Apagado diante da Bélgica, atacante Neymar vive sua segunda eliminação em uma Copa do Mundo (Foto: Rodolfo Buhrer / Foto Arena / Estadão Conteúdo)
O sonho do hexa vai ter que esperar, pelo menos até a Copa do Mundo de 2022, no Qatar.  

A seleção brasileira era apontada como favorita diante da Bélgica em partida realizada nesta sexta-feira (6), em Kazan, mas dentro de campo os europeus se mostraram mais eficientes e eliminaram o time do técnico Tite nas quartas de final do Mundial com resultado favorável de 2 a 1.  

Fernandinho, contra, e De Bruyne marcaram os gols para os belgas, que dominaram no 1º tempo, enquanto que o Brasil só teve forças para descontar na etapa complementar ,com Renato Augusto. 

Uma queda na Copa da Rússia considerada precoce para muitos e uma surpresa para outros. Porém, um brasileiro em especial conhecia bem os perigos que a seleção belga poderia representar e não se surpreendeu com a vitória adversária.  
O meia ribeirão-pretano Fernando Canesin, 26, há nove anos atua no futebol belga e hoje defende a camisa do Oostende, time da Primeira Divisão do País.   

"Esse futebol que a Bélgica vem jogando não é de hoje, a seleção brasileira sabia que pegaria um adversário muito forte. Essa eficiência eles estão mostrando desde o início da Copa e eliminaram o Brasil", disse o jogador, que assistiu a partida de dentro do ônibus do clube, que só tinha belgas, voltando de um amistoso na Holanda. 

(Foto: Wilton Junior / Estadão Conteúdo)

Parceiro de Lukaku  

Canesin já enfrentou vários atletas da seleção belga, mas teve a oportunidade de jogar ao lado de Lukaku, o camisa 9 da Bélgica, em 2011, quando ainda estavam no Anderlecht.   

"Foi inesquecível jogar com o Lukaku, ainda mais depois do jogador que ele se tornou. Naquela época ele não era tão técnico, mas depois que foi para a Inglaterra ele evoluiu muito e foi uma honra ter feito parte da trajetória dele", disse. 

Travado, Brasil é eliminado do Mundial 

A "rebeldia tática" venceu o equilíbrio. A Bélgica eliminou o Brasil da Copa ao vencer por 2 a 1 nesta sexta (6), em Kazan, pelas quartas de final. 

O trio belga formado por Lukaku, Hazard e De Bruyne fez o que quis no primeiro tempo com a defesa brasileira, que havia tomado apenas um gol no Mundial.   

Foi a segunda derrota da era Tite, que colecionava 20 vitórias e quatro empates. O treinador deixa o Mundial sem conseguir superar o seu antecessor.   

Na Copa passada, o Brasil sob o comando de Luiz Felipe Scolari ficou em 4º lugar. Antes do início do Mundial, a equipe de Tite fez a melhor campanha pré-Copa desde o Brasil de 1970.   

A partida em Kazan foi a terceira na era Tite, que o time começava perdendo. Substituto de Casemiro, o volante Fernandinho falhou nos dois gols. No primeiro, ele cabeceou a bola para dentro do gol de Alisson.   

No segundo, ele perdeu a disputa com Lukaku, que deu uma arrancada para o belo segundo gol. Neymar deixa o Mundial também sem encantar.   

Ele marcou apenas dois gols e foi criticado por adversários por encenar faltas. Gabriel Jesus fez uma Copa pífia. Ele não balançou a rede. A seleção brasileira se despede da Copa da Rússia sem ter conseguido convencer.

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Cadastrados

Nome (obrigatório)
Email (obrigatório)
Comentário (obrigatório)
0 comentários

Veja também