Aguarde...
ON Olimpíadas

olimpíadas

Marta cita privilégio em disputar mais uma Olimpíada pelo Brasil

Em sua quinta participação em Jogos Olímpicos, camisa 10 da Seleção afirma que equipe está pronta para encarar a China, adversário da estreia

| ACidade ON

Marta se prepara para disputar sua quinta Olimpíada pelo Brasil
Às vésperas da estreia da Seleção Feminina de futebol nas Olimpíadas de Tóquio, a meia Marta concedeu entrevista coletiva nesta terça-feira (20) e mostrou um ar leve antes de entrar em campo para enfrentar a China na próxima quarta (21), às 5h (horário de Brasília), no estádio de Miyagi.

A camisa 10 da seleção afirmou que a equipe está preparada para o início dos Jogos e brincou com o resultado apontado em testes realizados com o placar eletrônico do estádio que receberá o duelo. Na verificação do funcionamento do marcador, a organização da partida apontou uma vitória do Brasil, por 3 a 1, sobre as chinesas.

"O que posso dizer que essa equipe está preparada para colocar em campo o melhor de si e a gente vai buscar os resultados jogo após jogo. Podem ter certeza. Agora, quanto ao placar lá queria saber se já pode começar o jogo amanhã com esse placar. Mas não acredito nesse tipo de superstição. O jogo é jogado e a gente vai construir nosso resultado dentro da partida. Assim espero", disse Marta.

Emocionada em disputar pela quinta vez os Jogos Olímpicos pelo Brasil e sem saber se essa será sua última participação, a Rainha revelou que se sente privilegiada por essa nova oportunidade.

"Para uma atleta de alto nível ela sempre vai pensar em jogar as grandes competições. A gente trabalha constantemente para que quando as oportunidades cheguem você esteja preparada. Por isso que falei que faltam palavras até mesmo pelo momento que vivemos. Era para termos jogado as Olimpíadas no ano passado e estamos jogando esse ano. Mais um motivo para você se sentir privilegiada por estar aqui tendo essa grande oportunidade de jogar uma competição que qualquer atleta de alto nível gostaria de participar. Por isso é difícil explicar com palavras", afirmou a camisa 10 da Seleção.

O Brasil está no Grupo F, que além da China, conta também com Zâmbia e Holanda. No Grupo E estão Japão, Canadá, Grã-Bretanha e Chile. Já no Grupo G ficaram Suécia, Austrália e Nova Zelândia.