Publicidade

esportes

Daniel Cargnin conquista primeiro bronze do Brasil no Judô

Judoca se reabilita após derrota na semifinal, vence israelense e leva medalha para o país nas Olimpíadas

| ACidade ON -

Judoca Daniel Cargnin conquista a medalha de bronze, a segunda do Brasil nas Olimpíadas (Foto: Reuters/Sergio Perez)
A segunda medalha da delegação brasileira nos Jogos Olímpicos de Tóquio saiu no Judô, neste domingo (25). Daniel Cargnin  venceu o israelense Baruch Shmailov e levou o primeiro bronze do Brasil na competição, na categoria peso-meio-leve (até 66kg). 

Essa foi a 23ª medalha conquistada pelo judô brasileiro em Olimpíadas, a modalidade mais vitoriosa do país nos Jogos: 4 de ouro, 3 de prata e 16 de bronze. 

A luta foi tensa. Cargnin tinha dificuldade para conseguir a pegada, mas buscou o confronto e deu duas entradas sem sucesso. Com um minuto, Shmailov recebeu uma punição por falta de combatividade. Em seguida, o brasileiro obteve um wazari com um belo golpe. 

A luta precisou ser interrompida, porque Cargnin sofreu um corte no nariz numa entrada do israelense. Quando voltou, Shmailov veio para cima e quase completou uma queda, mas Cargnin girou no ar para evitar a pontuação. Nos segundos finais, o brasileiro usou a esperteza, tomou punição por falta de combatividade e preservou a vitória. 

Daniel não chegou ao tatame como favorito, mas passou a ser visto de outra maneira, principalmente após a sua boa atuação, quando bateu o atual líder do ranking, o italiano Manuel Lombardo. A sete segundos do final da luta, o brasileiro aplicou um wazari em Lombardo e comemorou muito no tatame, assim como parte da equipe de judô nas arquibancadas. 

Mas, na semifinal, o brasileiro sofreu ippon do japonês Hifume Abe e deu adeus ao sonho do ouro. Antes, o gaúcho havia derrotado, na estreia, o egípcio Mohamed Abdelmawgoud com um ippon no golden score. Em seu segundo duelo, Daniel levou a melhor sobre Denis Vieru, da Moldávia. Ambos não pontuaram no tempo regulamentar e no golden score, o brasileiro fez mais um wazari e ficou com a vitória. 

Larissa Pimenta 

A madrugada de sábado para domingo também marcou a participação da judoca Larissa Pimenta, nos Jogos Olímpicos de Tóquio, na categoria até 52kg.  

Em sua estreia, Larissa demonstrou frieza em um tenso duelo com a polonesa Agata. No tempo regulamentar, ela cometeu duas infrações, ficando a uma de ser eliminada. A decisão foi para o golden score, no qual quem pontuar primeiro deixa o tatame com a vitória. Perenc também havia sido punida por duas vezes. Após quatro minutos, a brasileira aplicou um wazari e saiu vitoriosa. 

Porém, nas oitavas de final a brasileira encarou a japonesa Uta Abe e acabou levando um ippon, sendo eliminada das Olimpíadas.

Mais notícias


Publicidade