Publicidade

lazerecultura

As Panc são funcionais e com alto valor nutricional, diz especialista

Segundo a nutricionista funcional Lícia Vendruscolo, as plantas alimentícias não convencionais possuem um papel fundamental como alimentos funcionais

| ACidadeON/Ribeirao -

Lícia Vendruscolo destaca diversos benefícios que o consumo de plantas alimentícias não convencionais podem trazer à saúde... e ao bolso (Foto: Matheus Urenha / A Cidade)
 

De acordo com a nutricionista funcional Lícia Vendruscolo, estudos mostram que as plantas alimentícias não convencionais possuem quantidades significativas de nutrientes, como cálcio, ferro, zinco, vitamina C, proteínas etc. "E por serem plantas nativas do Brasil são mais resistentes a pragas e condições climáticas desfavoráveis, utilizando menos defensivos agrícolas na produção", informa.  

Segundo ela, o consumo de Panc traz diversos benefícios à saúde. O primeiro deles a ver com a variedade da alimentação. 

"Estima-se que o número de plantas consumidas pelo homem caiu de 10 mil para 170 nos últimos cem anos. Com isso, tivemos um prejuízo nutricional. Quanto mais variedade de plantas consumimos, menor a chance de termos deficiência de algum nutriente", explica.

Menos agrotóxicos  

Além disso, Lícia destaca a diminuição da quantidade de agrotóxicos. "Isso é bom para o meio ambiente e para a nossa saúde, já que sabemos que o agrotóxico acarreta alguns tipos de doenças, como o câncer."  

Por fim, ela reforça o benefício da economia para o bolso gerado pelo consumo de Panc, já que é possível comer partes de alimentos que normalmente são descartados erroneamente.  

"É relevante destacar que as Panc possuem um papel fundamental como alimentos funcionais em nosso organismo, em função da riqueza de vitaminas essenciais, fibras, sais minerais, muitas vezes não encontrados em alimentos convencionais", conclui. 

Receitinha 

Se você ficou curioso com relação às Panc e quer prová-las, a nutricionista Lícia Vendruscolo ensina uma receita de patê de ora-pro-nóbis  simples, rápida e muito saborosa. "Basta ferventar a ora-pro-nóbis e, em seguida, bater no liquidificador com tofu e temperar com azeite, sal e ervas a gosto", ensina. Pronto! Você terá um patê delicioso e muito saudável.  

Partes que se pode - e deve - comer  

De acordo com a nutricionista Lícia Vendruscolo, também há muitas plantas alimentares convencionais - ou seja, que se come no dia a dia - que são subaproveitadas. Ela cita o coração da bananeira, as ramas da cenoura e as folhas da beterraba como exemplos. "Folha de beterraba refogada é tão gostoso quanto um espinafre refogado", garante.  

Mas ela recomenda atenção no consumo das plantas alimentares não convencionais. "Algumas Panc podem conter uma grande quantidade de anti-nutrientes, substâncias como o oxalato, que se juntam a nutrientes como cálcio, ferro, entre outros, e não permitem sua absorção", explica.  

Para diminuir a quantidade de oxalato sem excluir as Panc da dieta, a nutricionista orienta a consumi-las apenas depois de escaldá-las com água fervendo e dispensar a primeira água de cozimento.  

LEIA TAMBÉM 

Saiba mais sobre as Plantas Alimentícias Não Convencionais

Publicidade