Aguarde...
Voltar

Lazer e Cultura

Quer fazer slime? Veja dicas para preparar "geleca" caseira

Brinquedo, que pode ser feito com apenas dois ingredientes, segue conquistando fãs

| ACidadeON/Ribeirao

Slime é moda entre jovens (Foto: Reprodução / Wikipedia)


A febre dos slimes - espécie de "geleca" caseira - chegou ao Brasil em 2018, mas segue conquistando cada vez mais fãs.

Com uma filha adolescente apaixonada por slimes, a empresária Carla Salomão Barbosa Lima foi incentivada pela caçula a investir nessa nova moda. "A ideia de abrir a loja partiu dela e me aproximou muito do que ela e as crianças gostam".

Apesar de existirem diversas lojas em Ribeirão Preto especializadas em produtos para slime, Carla afirma que com apenas dois produtos é possível ter sua própria "geleca" em casa.

O slime é composto por uma base - uma cola líquida branca ou transparente - e um ativador - bicarbonato de sódio, água boricada ou borato de sódio. Já a melhor receita é o bom e velho "olhômetro".

"O slime não tem receita pronta, vai do olho mesmo. Coloque dois, três dedos de cola e acrescente aos poucos o ativador, conforme tenha a paciência para mexer", brinca a empresária.

Com a pulverização dos slimes, hoje é possível comprar em lojas especializadas desde ativadores que agem mais rápido até charms (enfeites) para a sua massa. "Tem como decorar com massa de EVA, corante de bolo, espuma de barbear, tinta neon", exemplifica Carla.

Cuidados

Decidiu criar seu próprio slime em casa? Então presta atenção em alguns cuidados importantes na hora de montar sua "geleca".

Por usar materiais que não devem ser ingeridos, Carla recomenda o slime para crianças com mais de quatro anos. Também é recomendado montar um kit de utensílios que será usado especificamente para o slime.

"Como muitas pessoas usam a água boricada ou o borato, sempre ensinamos a ter um kit de bowl e espátula de plástico para isso. E na hora de misturar o slime, colocar em uma mesa de pedra ou vidro, que não vai grudar", alerta Carla. 

E para não errar a receita, a empresária sugere começar pela cola branca, que é mais encorpada. "Cola transparente é mais líquida, portanto, mais difícil. Então começa com branca e depois vai para transparente".

Você pode ajudar o jornalismo sério

A missão do ACidade ON é fazer um jornalismo de qualidade e credibilidade. Levar informação confiável e relevante, ajudar a esclarecer e entender os fatos, sempre na busca de transformação. E o seu apoio é fundamental. Ajude-nos nessa missão para construir uma sociedade mais crítica e bem informada.

Apoie o bom jornalismo.

Já é assinante? Faça seu login.

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Facebook

Mais do ACidade ON