Aguarde...

Lazer e Cultura

Bob Burnquist fala sobre projeto de pista em Ribeirão Preto

Maior medalhista dos X-Games, Bob assinou o plano de construção da pista que ficará no Parque Maurílio Biagi, em Ribeirão Preto; equipamento custará mais de 1,5 mi

| ACidadeON/Ribeirao

Bob Burnquist possui 30 medalhas de X-Games (Foto: Divulgação / Redes Sociais)
Eleito sete vezes o melhor skatista do ano, o carioca Bob Burnquist terá um pouquinho de sua história em Ribeirão Preto. Isso porque o maior campeão dos X-Games - com 30 medalhas - assinou o projeto de construção da pista de skate que será instalada no Parque Maurílio Biagi, na região central da cidade.  
 
Em entrevista à rede social da Secretaria de Esportes de Ribeirão Preto, nesta quarta (13), o skatista brasileiro comentou sobre sua expectativa para o projeto.   
 
CLIQUE E LEIA MAIS NOTÍCIAS SOBRE RIBEIRÃO PRETO E REGIÃO
 
"A construção possui várias fases para sair uma pista boa. O projeto foi feito com quem entende e sabe, mas para eu ter certeza que isto vai ser realizado de fato, precisa ainda mais um passo. A execução da obra será acompanhada de perto", disse Burnquist, na live do programa "Papo Aberto do Esporte".  
 
Durante a entrevista, Bob, que possui dez títulos de campeão mundial, também falou sobre o lado social do projeto.  
 
"Tendo um equipamento de qualidade, profissionais se mudarão para Ribeirão Preto. O que veremos aí [em Ribeirão Preto] é uma oportunidade da galera se mobilizar dentro da cultura, música, arte e consumismo consciente. O skate tem um viés cultural maior do que o esportivo", declarou.  
 
Construção 
 
A pista de skate de Ribeirão Preto terá 4m² de construção e reunirá um espaço comum para diversas modalidades do esporte. O projeto, considerado um dos mais modernos do Brasil, contará com arquibancadas, áreas para juízes e atletas.  
 
Na última quinta-feira (7), o prefeito Duarte Nogueira (PSDB) deu aval para o início da construção da pista. A expectativa é de que ela seja concluída em até 150 dias depois do começo das obras.  
 
Inicialmente, o projeto estava orçado em 2.214.907,63. Após licitação, contudo, foi reduzido para R$ 1.660.652,95, gerando uma economia de 25% (R$ 554.254,68) aos cofres públicos.

Mais do ACidade ON