Aguarde...

Lazer e Cultura

Jornalista de Ribeirão faz documentário sobre a Aurora Boreal

Curta-metragem sobre a Aurora Boreal está disponível na internet; jornalista conta os bastidores da aventura

| ACidadeON/Ribeirao

William já presenciou o fenômeno em cinco países (Foto: Willian von Sohsten/divulgação)
 
O advogado e jornalista de Ribeirão Preto Willian von Söhsten passou oito noites no Alasca, nos Estados Unidos, para encontrar a Aurora Boreal - fenômeno que ilumina a noite das regiões próximas ao Polo Norte. A epopeia está em um documentário curta-metragem disponível no YouTube.  

CLIQUE AQUI E LEIA MAIS NOTÍCIAS SOBRE RIBEIRÃO PRETO E REGIÃO  

Willian conta que desde pequeno se interessou por astronomia e quando descobriu o que era a Aurora Boreal, ele diz que ficou "alucinado".  
"Era meta de vida ver uma. Em 2010, vi uma reportagem e comecei a pensar como seria possível", conta o jornalista, que passou a estudar o fenômeno e iniciou a caçada para realizar o sonho.  

Em 2017, ele presenciou o fenômeno pela primeira vez, quando foi para Finlândia. Já em 2019, Willian foi disputar uma competição de jiu-jitsu nos Estados Unidos, onde foi campeão Pan-Americano, de lá pegou as malas e foi para o Alasca com o objetivo de filmar o documentário, para mostrar como funciona esse fenômeno.  

Além do Alasca, o jornalista tem na bagagem o testemunho do fenômeno na Rússia, Finlândia e Suécia. A meta é tentar ver a aurora boreal na Noruega, onde será o próximo destino. O aventureiro ainda tem como meta presenciar o fenômeno na Islândia e na ilha da Groenlândia.  

Durante a viagem o jornalista passou por situações complicadas e até mesmo perigosas. Por isso, recomenda que quem tem o mesmo sonho, procure por auxílio de pessoas que conheçam essas regiões para ter uma boa experiência. "No Alasca você pode dirigir por horas sem ver uma alma viva. É uma situação bem perigosa", explica o Willian.
 
O documentário "Aurora Boreal: A Caçada" pode ser conferido aqui.

Mais do ACidade ON