Aguarde...

ACidadeON Ribeirão Preto

Ribeirão Preto
mín. 20ºC máx. 36ºC

Lazer e Cultura

Daniel Francoy estreia no mercado editorial brasileiro em seu 3º livro de poemas

Poeta de Ribeirão Preto define sua obra como uma forma de resistência

| ACidadeON/Ribeirao

Matheus Urenha / A Cidade
Daniel Francoy: 'Meus poemas falam sobre a minha relação de indivíduo com a cidade, o meu estar no mundo' (foto: Matheus Urenha / A Cidade)

 

'Ando tão chocado, companheiro, há qualquer coisa de errado com este início de milênio. Ainda não consegui os meus quinze selfies de fama e pensar no que poderíamos ter alcançado...’ 

O versos no alto desta página são os primeiros de “20”, poema escrito por Daniel Francoy há quase duas décadas, mas que mantém-se atuais para o autor, que o incluiu em seu último livro – o primeiro publicado no Brasil -, “Identidade”. Mas a estreia do poema ocorreu em 2010, no primeiro livro de Francoy, “Em Cidade Estranha”, publicado em Portugal. A obra o inseriu no universo literário, aos 31 anos.

Desde jovem apaixonado por cinema e música, Francoy iniciou-se na poesia em uma época sem selfies e redes sociais. “Comecei a escrever com 18 anos, inspirado em uma lista dos 100 maiores poemas do século 20. Na Faculdade de Direito passei a participar de grupos de discussão de poesias, principalmente de escritores portugueses”, lembra. De trocas quase diárias de e-mails com um dos escritores do grupo nasceu o poeta em Francoy. “Ele foi uma espécie de professor. Acabou sendo minha formação na poesia e abriu as portas para mim em Lisboa [Portugal]”, conta o autor, que demorou a conquistar espaço nas editoras brasileiras.

Em 2015, Francoy publicou seu segundo livro, “Calendário”, mais uma vez em terras lusitanas. “O livro marca o confronto do ser humano com a rotina, como prevalece sobre essa repetição diária”, detalha o autor, que mantém uma rotina de trabalho no Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo.

A poesia em sua vida ele define como uma forma de resistência. Escreve todos os dias. “Depois do Fórum [de Ribeirão Preto, onde trabalha], me tranco no escritório e escrevo. As relações estão cada vez mais áridas e pobres. É preciso manter um canal aberto para canalizar o que se considere mais belo e dar vazão às angústias e espantos. Através dela mantenho minha voz, reflito sobre o que acontece ao meu redor”, resume.

Sonho realizado

O primeiro contato de uma editora brasileira veio em 2015. Com a Urutau, Francoy realizou o sonho de publicar seu primeiro livro no Brasil, que de cara foi indicado na categoria Poesia do Prêmio Jabuti, no qual ele conta ter se inscrito sem muita expectativa. “Foi uma surpresa quando saiu a lista dos dez finalistas. E só descobri ao ser marcado no Facebook”, lembra. A obra ficou em 3º na classificação final.

O título, “Identidade”, referencia a identidade de Francoy perante a realidade que o cerca, o fio condutor de sua poesia. “Meus poemas falam sobre a minha relação de indivíduo com a cidade, o meu estar no mundo”, conclui.

Serviço

Livro ‘IDENTIDADE’

Poemas de Daniel Francoy 

Editora Urutau 

86 páginas

R$ 35

Você pode ajudar o jornalismo sério

A missão do ACidade ON é fazer um jornalismo de qualidade e credibilidade. Levar informação confiável e relevante, ajudar a esclarecer e entender os fatos, sempre na busca de transformação. E o seu apoio é fundamental. Ajude-nos nessa missão para construir uma sociedade mais crítica e bem informada.

Apoie o bom jornalismo.

Já é assinante? Faça seu login.

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Cadastrados

Nome (obrigatório)
Email (obrigatório)
Comentário (obrigatório)
0 comentários

Mais do ACidade ON