Aguarde...

ACidadeON Ribeirão Preto

Ribeirão Preto
mín. 20ºC máx. 36ºC

Lazer e Cultura

O primeiro Carnaval de Gael é inesquecível

Mesmo ligado a um tubo de oxigênio, menino de 2 anos com doença pulmonar se divertiu bastante em matinê do Sesc Ribeirão Preto

| ACidadeON/Ribeirao

 

 

 

O pequeno Gael e sua mãe Verônica (Foto: Ricardo Canaveze / ACidade ON)
 

 

 

 

Neste sábado (10) o Sesc promoveu um Carnaval infantil, com cerca de 300 pessoas. A animação ficou por conta da banda Cantavento, dona de um repertório cheio de marchinhas e músicas carnavalescas.  

Gael, de dois anos, ganhou destaque por demonstrar toda alegria e agitação em seu primeiro Carnaval. Mesmo acompanhado de um cilindro de oxigênio, ele se divertia com a música e os confetes, impressionando até mesmo a mãe, a professora de natação e Yoga, Verônica Toledo, 40 anos.  

"Eu morria de medo de tirá-lo de casa, ele ficou um ano na UTI e eu me sentia muito insegura. Porém, quando conheci os eventos do Sesc, resolvi trazê-lo. Ele está aproveitando feliz e interagindo com outras crianças", relata Verônica.  

Gael nasceu com uma doença chamada displasia broncopulmonar, que ocorre quando há agressões causadas no tratamento de recém-nascidos prematuros ou com doenças pulmonares infecções, acúmulo de líquidos e malformações pulmonares.  

Apesar de alguma limitação, Gael se solta pelo espaço com total liberdade. A enfermeira, Cristina Diogo, 50, relata que antes de comparecer aos eventos infantis ele era uma criança introvertida.  

"Ele só ficava no quarto, não saía para nada. A primeira vez em que foi ao teatro foi uma experiência muito boa, porque foi mudando sua forma de interagir. Hoje ele é comunicativo e social com as pessoas", diz Cristina. Ainda segundo ela, a experiência de levar ao carnaval facilita a convivência de Gael com outras pessoas. "É um lugar que traz alegria, contato e interação com outras crianças, onde ele se diverte e brinca com todas elas. Ele foi bem aceito aqui", finaliza.  

Pra quem pensa que apenas as crianças curtiram a festa, se engana. A dona de casa Rose Pereira, de 50 anos, traz a neta Pietra desde os seis meses e, agora aos três, ela ainda continua aproveitando com a avó, que se fantasia para a festa. "Eu normalmente pego aquilo que tem em casa. Já a Pietra entrou na fase de escolher as fantasias", conta Rose.  

Para ela, a importância de trazer a neta ao evento é de mostrar uma das festas mais culturais do país. "Não pode se deixar a arte carnavalesca morrer, é uma cultura popular muito gostosa que se tornou tradição. Sem falar no quanto esses eventos ajudaram a Pietra a se socializar, ela era introvertida e não brincava, e agora, ela socializa muito mais quando vem", relata.  

Outra foliã de carteirinha é Fernanda, três anos, que mesmo gripada, fez questão de comparecer a matinê fantasiada de unicórnio, acompanhada da mãe e dona de casa Andreia Teixeira, 41, que todos os anos se fantasia igual à filha. "Eu vou aos carnavais desde grávida, é um evento cultural muito importante e sempre foi tradição da família. Ela fica ansiosa e não vem sem uma fantasia ou adereço de Carnaval, além de nunca querer ir embora", conta a mãe.  

A data sempre é uma comemoração, mas para Heitor, de 2 anos, tem um gostinho especial. Nascido em época de Carnaval, ele comemora com os pais vestindo roupas floridas iguais, típicas fantasias havaianas, feitas pela avó. A mãe e bióloga Emilena Marques, de 33 anos. "Nós sempre gostamos da música, dança e energia do Carnaval, e queremos passar isso pra ele, que já demonstra gostar muito da música e da folia. Ele chega tímido no começo, mas depois se solta e aproveita", relata Emilena. (Bruna Zanatto, com supervisão de José Manuel Lourenço) 

QUER CONTINUAR LENDO ESTE CONTEÚDO E MUITOS OUTROS? FAÇA SEU LOGIN OU CADASTRE-SE

Informe seu e-mail e senha cadastrados para ter acesso a todo conteúdo do site:

ainda não tem cadastro?
QUER LER ESSE CONTEÚDO? CADASTRE-SE

Informe seu Nome, E-mail e senha para se cadastrar no Acidade ON

Quero ser informado sobre promoções e ofertas do Acidade ON e seus parceiros
Aceito os Termos de Uso do Acidade ON

Veja também